18 de mar de 2013

RÓTULOS

(Francesco Romoli )
                                                       

Há aqueles que desejam aventurar-se pelo mundo, inquietos, interrogativos, ansiosos por novas descobertas. Talvez estejam buscando a si mesmos, na ânsia de encontrar o que lhes pede o espírito, para cumprimento de suas missões.  E há os que , no seio familiar, amam cada objeto, cada canto da casa, as camas onde dormem os entes queridos... e que não desejam estar em outro lugar. Costuma-se dizer que os primeiros sabem viver e que os outros são acomodados. Não se pode generalizar ou banalizar o sentido de bem estar e felicidade, colocando-o preso a convenções. 

Nunca ouvi o chamado do mundo com essa enorme abrangência. Sair de uma pequena cidade do interior para a capital, com vistas à realização profissional, não me colocou no primeiro grupo. Não constituí minha própria família, mas encontro em minha casa, no meu universo particular, entre os meus livros e escritos, a seiva que me alimenta. Se de minhas janelas apenas vejo algumas ruas e prédios, são suficientes para circundar o meu espaço, de forma satisfatória. Aqueles horizontes longínquos, que alguns anseiam conquistar, não me acenam.

Gosto de um porto seguro que eu mesma me proporcione. Não há solidão ou qualquer frustração em construir pequenos os limites dos meus passos. Não preciso rodar o mundo para conhecer outras culturas e estar ciente de tudo que acontece. Aspirações diferentes motivam os seres humanos. E nenhuma delas pode ser considerada melhor que as outras, fora do contexto individual. Rótulos só são apropriados para produtos, a fim de que saibamos o que contêm as embalagens. 

                                                                       Marilene


                                                   "E é tão puro o silêncio agora! "
                                                                                          (Mário Quintana)

14 comentários:

  1. Ninguém merece rótulos.não precisamos nem gostamos deles. Lindo teu texto, como não podia ser diferente, vindo de ti! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga

    Há nas palavras
    que nos fazem sentir
    o perfume da vida,
    o milagre da eternidade.

    Que os sonhos
    encham de luzes
    os teus caminhos.

    ResponderExcluir
  3. ☆Lu Cavichioli deixou um novo comentário sobre a sua postagem "RÓTULOS":

    Somente uma visão feminina pode contemplar outra - afinal temos meninas nos olhos!

    Ótimo texto, Mari!

    mile baci

    *terminei a série Um Sonho em Paris (até que enfim né?)rsrsrs



    Postado por ☆Lu Cavichioli no blog Visão Feminina em 18 de março de 2013 22:39

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive que transcrever porque não entrou no blog. Que estranho!!!!! Bjs. Lu!

      Excluir
  4. gostei do texto e você escolheu muito bem a foto para o acompanhar.
    um beijo

    :)

    ResponderExcluir
  5. Amiga Marilene

    Toda a tua peça gira sobre um pensamento muito interessante. Não generalizando, podemos apontar uma terceira via, perfilhada por muitos. Tendo em conta que meios pequenos, nunca servem espíriros grandes. Eles se esmeram na luta para neles se fixarem. Uma aí se tanquilizam e se aquietam. Passam a lutar numa base fixa.
    Beijos de amizade e consideração

    ResponderExcluir
  6. Marilene, o texto, a foto e o verso se completam. Adorei! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Nunca gostei de rótulos, ainda mais que na adolescência sofri por isso, me chamavam de 'fofinha',
    tinha horror de ser gordinha, e ainda me lembravam toda hora, mas passou e não deixou sequelas
    graças a Deus, por que tive pais e avô maravilhosos.
    Seu texto e fotos se casaram tão bem que um virou começo ou fim do outros.
    Um grande abraço Marilene.

    ResponderExcluir
  8. Oi mana,

    Concordo integralmente.
    Tudo é questão de escolha e satisfação pessoal.
    Cada um sabe as delícias de ser como é.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, minha amiga
    Habitualmente vou ao seu outro blog - Momentos Fragmentados - mas hoje apeteceu-me vir aqui.
    Achei este texto muito interessante.
    É certo que há pessoas que têm necessidade de estar em constante movimento (delas dizemos "só está bem onde não está"...). Outras, pelo contrário, só se sentem bem "no seu cantinho".
    Como muito bem vc diz, esses desejos diferem de pessoa para pessoa, e, em meu entender, cada um deve esforçar-se por fazer o que o seu íntimo lhe pede, pois doutro modo nunca se sentirá realizado.
    A verdade é que, hoje em dia, mesmo sem sair de casa, temos o mundo todo à nossa disposição :). Vejá só com que rapidez eu viajei de Portugal para o Brasil :)))
    No fundo, no fundo, o que importa é que cada um se sinta feliz. Esse é um DEVER de todos nós.

    Bom fim de semana, que se aproxima, e se não nos "virmos" antes, uma Páscoa muito feliz - sem consumos exagerados... ))))
    Um beijinho muito GRANDE

    ResponderExcluir

  10. também penso que devemos sempre avaliar as chances que temos, caso embarque em uma "aventura". É preciso, no entanto, estar consciente do que se está fazendo e estar confortável fazendo isso. Em outras palavras, suas atitudes precisam estar em harmonia com seus sentimentos. Se, no entanto, ficar em casa longe de uma aventura, por desejar isso, então terá mais chances de ser feliz. No lugar de rótulos... um porto confiável onde podemos acomodar os nossos desejos/objetivos
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Cada um tem seu caminho, nunca concordei com rótulos...generalizar é perder a essência de cada ser!! É banalizar!
    O importante é seguirmos o caminho que faz bem ao coração, que nos alegra a alma!!
    Belíssimo texto!!!

    ResponderExcluir
  12. Lindo seu texto. Cada ser deve sim buscar seu próprio caminho de felicidade. Eu, assim como você, sinto-me especialmente bem no aconchego do ninho que criei. Saudades. Bjs Cris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris, como está você? Ainda mantém o blog? Está tão sumida! Fiquei feliz ao ver seu comentário. Dê notícias, por favor. Bjs.

      Excluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...