26 de mar de 2013

PLANOS DE SAÚDE? HAJA PACIÊNCIA!

(Metal and paper sculpture by Jean-François Glabik)

                                                   

Início do ano. Época de ir ao ginecologista para realização dos exames preventivos usuais: mamografia, ultrassonografia, sangue, colpocitologia oncótica... Depois de desembolsar o alto valor de uma consulta (ele não é mais credenciado), comecei a exercitar o malabarismo exigido para a marcação dos mesmos.  Nem contei o número de ligações feitas. A primeira clínica, onde me dirijo anualmente, afirmou que, atualmente, há necessidade de autorização quando a mamografia é digital. Surpresa, telefonei para outra, que não fez a mesma solicitação, mas esclareceu que só havia vaga para o fim de abril. Ah! Poderia me encaixar com mais antecedência, mas o exame seria feito por uma técnica e o laudo fornecido por um médico. 

Tá certo, não há casos de câncer de mama e esses exames são um luxo. A fortuna que pago ao plano de saúde não facilita a realização deles nas clínicas bem conceituadas. Certo??? Errado!!!!  Não ia aceitar isso.

Liguei para o SAC e fui direcionada para a unidade de Belo Horizonte. Na primeira tentativa, não sabiam informar e me redirecionaram para outro número (sem transferência da ligação). Dei as informações e me perguntaram o que desejava saber. Será que não era óbvio? Tive que explicar tudo de novo e questioná-los sobre os fatos. Aí, parece que entenderam e me disseram que o exame não precisava de autorização.

Mais uma vez, liguei para a primeira clínica e transmiti essa informação.
Não, disse-me a atendente. A mamografia comum pode ser realizada mas a digital exige a ("bendita") autorização, conforme dados constantes do sistema. Insisti e me pediram para entrar em contato com o convênio, para que eles transmitissem as informações à clínica.
Absolutamente, não, eu disse. Vocês devem manter esse contato e agir de acordo com as orientações do plano de saúde. A divergência de procedimentos entre clínicas já indica que estão equivocados. 

Pois bem, iam passar a matéria à apreciação dos dirigentes.
E eu, o que faço? Marco o exame e perco tempo indo até aí , sem sucesso, indaguei.
Até lá teremos uma resposta.
De jeito nenhum, afirmei. Cabe a vocês fazer uma rápida consulta ao plano de saúde e entrar em contato comigo, para que eu possa marcar uma data para a realização da mamografia ou adotar outras medidas junto ao convênio.
A atendente prometeu que o faria e estou a aguardar posicionamento.

Não me conformo com  esses desencontros. Como pode uma clínica sugerir que um exame dessa natureza seja realizado por técnico, quando já foi amplamente divulgado que eles não têm preparo para isso, e  com aval do médico que vai assinar o laudo?

Como podem as clínicas continuar a executar exames com antigos métodos se os equipamentos mais modernos demonstram ser a digital mais completa, facilitando um diagnóstico?

Em Belo Horizonte há renomados locais para se realizar os exames e os marcarei em outra clínica. Mas vou atormentar aqueles com os quais mantive contato, para que passem a agir de forma correta. Se isso não acontecer,  farei expressa manifestação ao plano de saúde e, se necessário, ao órgão de fiscalização competente.

Como é fácil cuidar da saúde no Brasil!


                                                                 Marilene

20 comentários:

  1. Bom dia Marilene :)
    Não abra mão de seus direitos,é preciso protestar,e agir.
    Os planos de saúde,além de caros,deixam a desejar;
    este problema está cada vez mais grave,e isso não é um fenômeno atual...
    E o que dizer então daqueles que dependem do serviço público para cuidar da saúde? Não há o mínimo de humanidade,respeito e dignidade.

    Bjs :)

    ResponderExcluir
  2. É sempre essa guerra quando falamos de convênio!!!
    Não deixa de lado seus direitos não! Vc faz certinho rm procura - los!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Pode observar que tudo colabora para nos prejudicar. Quando queremos nos ajudar, encontramos sempre muitos obstáculos. É preciso ser malabarista na arte de viver bem!

    Bjusssssss

    ResponderExcluir
  4. Boa Tarde Marilene

    A tua reflexão sobre actos de exames médicos, são mesmo de ponderar, embora eu não tenha razão de queixa, talvez devido ao meu caso especial. Nesta altura terminei de fazer uma grande catrefa de exames de rotina, em vários laboratórios e tudo carreu da melhor maneira.
    Beijos de consideração

    ResponderExcluir
  5. INVERSÃO DE VALORES

    Nos últimos dias os noticiários locais anunciaram uma série de furtos e roubos ocorridos em Machado. A ousadia desses grupos é digna de filmes noir.
    Mas a pergunta inevitável é: “Onde está a segurança?”.
    Seria a melhor solução aparelhar e treinar a Polícia para enfrentar esses grupos? Investir com mais seriedade cada centavo dos nossos impostos em Educação? Ou libertar todos os presos para que tomemos seus lugares em celas (indiscutivelmente) limpas e seguras?
    Neste “faroeste caboclo” diário e banal, os protagonistas (bandidagem)andam armados com fuzis, metralhadoras e escopetas, enquanto os coadjuvantes (cidadãos) não têm sequer a quem recorrer...

    (Agamenon Troyan)

    ResponderExcluir
  6. Em Portugal os Planos de Saúde também falham muito !
    Uma Páscoa feliz

    ResponderExcluir

  7. Nem me fale, mana, pois estou passando pelos mesmos transtornos que você. Já perdi um tempão com reclamações junto aos responsáveis pelos convênios e eles apenas anotam a reclamação e dão um número de protocolo, dizendo que farão contato em alguns dias. Enquanto isto os pedidos médicos perdem a validade e se tem que retornar ao médico para obter a substituição dos mesmos. Meu convênio está me levando a um grande desgaste, pois além de pagar muito e ainda arcar com participação em cada procedimento, ainda tenho que me sujeitar à substituição de médicos e clínicas de confiança, já que os que frequento estão se desligando do convênio. Estou pagando particular, tanto médicos quanto exames, o que considero um absurdo.
    Hoje eu estava saindo cedo para os exames de rotina (mamografia e ultrassonografia) quando fui surpreendida pelo telefonema da clínica avisando que iria remarcá-los, pois o médico faltou. Perguntei se não havia outro disponível e disseram que as agendas estavam lotadas. Liguei, então, para outra clínica e me informaram que só há vaga para maio. Haja paciência!
    A saúde está mesmo um caus até para quem tem um bom convênio. Imagine para aqueles que dependem unicamente do Sistema Único de Saúde.

    O jeito é reclamar por todas as formas de direito visando provocar alguma mudança positiva.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Marilenamiga


    Vogando pela blogosfera, sem rumo definido, encontrei-te no blogue da Lúcia Bezerra de Paiva, uma boa Amiga. Vim até cá – e gostei. Foi uma boa dica. Se não tivesse gostado, também to dizia. Sou pão, pão, queijo, queijo; ou como na tropa aprendi: serviço é serviço; conhaque é… conhaque.

    Vou a caminho dos 72 aninhos. Sou virgem (20/09/41, para efeitos de prenda…) mas tenho, temos, a Raquel e eu, três filhos, três noras/filhas, quatro netos e uma neta. E vamos fazer 50 anos de casado – ai o que eu tenho sofrido para aguentar tamanha cruz… Bodas de ouro? Nada, não. Na verdade, bodas de felicidade.

    Gosto de ser brincalhão e brejeiro com quem mo merece – e mo permite e me responde no mesmo tom. A minha Travessa do Ferreira (http://aminhatravessadoferreira.blogspot.com ) pode ser o exemplo do que adoro gozar: enfim, sou um velhote que persiste em ser jovem… da cabeça… de cima.

    Como aqui vim e como Amor com Amor se paga, espero por ti, pelos teus comentários e pela tua (per)seguição. O mesmo já aqui fiz, ou seja: já faço parte dos teus seguidores. Podes entrar na minha Travessa que então será também tua. Isto é, nossa. Não pagas portagens, não te cobro impostos, incluindo o IVA a 23%.

    Peço-te desculpa deste escrito que é maior do que a légua da Póvoa; mas tentei meter o Rossio na rua da Betesga e aqui está o desastroso resultado. Enfim, eu sou realmente assim, maluco e orgulho-me de o ser. Sou mais de prosa, mas gosto também de poesia e de quando em vez faço umas quadras, uns sonetos, ou seja coisas do antigamente…

    Qjs = queijinhos = beijinhos

    _________________
    NB – Este texto é estereotipado. Não tinha, nem tenho, nem teria tempo de o escrever a cada um, um por um. Mas não entendas isto como falta de consideração ou despautério. Mas posso assegurar-te que quando se é reformado é quando se trabalha mais. E ainda: um jornalista nunca se reforma – no papel, sim, na mentalidade, nunca.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Querida Marilene
    Lentidão no atendimento, negligência, filas quilométricas, erros crassos. Se isso tudo é ruim em qualquer tipo de serviço, imagine quando é a a vida que está em jogo. O Brasil vive AINDA um verdadeiro caos na saúde. Sou uma pessoa educada, mas, se vejo algo errado, não aceito também. Quando conhecemos os nossos direitos, sabemos resolver os problemas conversando. Só que reclamar dá trabalho e leva tempo. E esse é o motivo por que muita gente prefere deixar para lá, infelizmente... Se todos reclamassem, a postura, Planos de Saúde, mudaria..
    Boa noite
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. OI QUERIDA
    é falta de respeito com as pessoas.Mais temos que reclamar nossos direito. Boa postagem.Páscoa é tão somente o Recomeço, onde estará em alta a certeza de um futuro repleto de realizações, esperando que o Amor inunde o coração dos Homens, pondo fim as guerras e ao egoísmo, permitindo que a Paz volte a reinar, como um dia, o "Nosso Pai", sonhou para Nós". Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir
  11. É impressionante como sempre somos feitos de palhaços, Marilene. E esse pessoal fica nos empurrando de uma ligação pra outra, para no fim realizarem o que queríamos só na quarta vez, sendo otimista. E os planos de saúde são um abuso. Minha mãe entrou agora nos 60 anos e o preço quase quadruplicou. Ainda por cima há várias situações que ele se negam a cobrir, enfim... O seu desabafo é mais do que pertinente. bj

    ResponderExcluir
  12. Bom dia,Marilene!!

    É vergonhoso, né amiga?! Pagando está assim, imagina quem depende do SUS!!
    Minha sogra está esperando uma cigurgia de coluna...está só de repouso não pode caminhar muito...e isso fez 1 ano! E nada! Já reclamaram,mas a resposta é sempre a mesma...NADA!! Que coisa!
    Beijos,minha amiga querida!!
    Feliz Páscoa!!!!

    ResponderExcluir
  13. Bom dia querida!
    Aconteceu a mesma coisa comigo, no início de Janeiro tive que fazer biópsia de 4 nódulos da tireóide e o convênio médico queri que eu escolhesse qual deles eu queria fazer.
    Imagina, se o médico pediu dos 4, como escolher?
    Foi um Deus nos acuda e por final com a ajuda de um médico amigo, consegui fazer a biópsia dos 4 nódulos e graças a Deus deu tudo certo, mas tudo levou quase um mês e meio, imagine se fosse um câncer?
    Teria complicado, pois não?
    Tenho horror da lei brasileira, por isso que nunca quiz advogar.
    Desculpa o desabafo Marilene, mas fico horrorizada com tanto descaso.
    Um grande beijo em seu coração.

    ResponderExcluir
  14. Wiele radosnych chwil na Święta Wielkiej Nocy
    serdecznych spotkań rodzinnych i smacznego jajka
    życzy Irena

    ResponderExcluir
  15. Ja tive tanta dor de cabeça com convênio :/
    Tem exames que precisam ser aprovados por eles, ou eles aprovam e no dia negam.... e as mensalidades??!!
    aff, ano passado tive o re-ajuste em abril e em junho como fiz aniversário tive mais um ajuste, cancelei :/ Graças a Deus não tive muito problema depois e pude pagar pelas consultas mas sei que tem quem precise ter o tempo todo e sofre as vezes quase tanto quanto no SUS :/

    Bom feriado
    =^.^=

    ResponderExcluir
  16. ♥•.¸¸.•´¯`•.♥ ♫ ♥•.¸¸.•´¯`•.♥ ♫
    Bom dia de sexta feira feriado, e
    dia de refletir sobre tudo que tem
    nesse Universo de Deus
    Dia de agradecer a vcs pela bela amizade de sempre
    Desejo um dia alegre cheio de paz
    Um bom final de semana
    E uma feliz Pascoa
    Abraços com carinho
    Rita!!!
    ♥•.¸¸.•´¯`•.♥ ♫ ♥•.¸¸.•´¯`•.♥ ♫


    OBS:
    Acabei de conhecer seu Blog adorei parabéns
    e já estou ficando por aqui bjuss

    ResponderExcluir
  17. amiga a saúde vai de mal a pior.. vc ainda tem algum respaldo por ter plano, aqui em casa, qualquer problema que temos, caímos na fila do sus, nesta hora ainda agradeço por morar em cidade pequena, pq mesmo demorando e não sendo nada estável ainda temos conseguimos, depois de muita reclamação, algum atendimento.. beijos mil amiga, desejo uma ótima e abençoada Páscoa pra ti e pra tua família..

    ResponderExcluir

  18. Bom dia, Marilene

    Descobri agora este seu blog. Gostei desta 'Visão Feminina' e passarei a visitá-la também aqui.Parece que os problemas com os serviços de saúde estão por todo o lado... Por cá também abundam as esperas, as incompreensões, as inconsistências nas informações. Faz bem em procurar saber o que se passa, tendo em conta que deve haver, no mínimo, cruzamento de dados e uniformidade de procedimentos.

    Minha amiga, tenha uma Santa Páscoa.

    Bjs

    Olinda

    ResponderExcluir
  19. Marilene, uma feliz páscoa e um beijo no seu coração. Minha querida, a respeito dos planos de saúde, há muitos questionamentos à serem feitos ainda. A saúde só não está ruim nesse país para quem tem muito dinheiro. Esses podem se consultar nas clinicas top de linhas, centros referenciais na saúde nacional. Já para nós, simples mortais, mesmo com um bom plano der saúde, acredite, ainda estamos longe disso. Agora, pense você naquele que nem plano de saúde tem. Resumindo: a saúde nesse país é, lamentavelmente, privilégio de poucos.

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...