8 de jun de 2015

DIA DOS NAMORADOS

                                                       
(Photo manipulation by choceffect )


O dia dos namorados se aproxima e o comércio, desesperado para vencer a crise, investe em inúmeros comerciais chamativos, buscando atrair os consumidores. Essa sempre foi uma comemoração que fazia felizes os lojistas. O amor toca os corações e os apaixonados querem tornar o seu dia bem especial. Mas falta o principal, o dinheiro. E vendem apenas aqueles que oferecem produtos a preços mais acessíveis, o que anda difícil no mercado. Com tantos ônus, os brasileiros estão se espremendo para sobreviver, dignamente, e deixando de lado, por falta de recursos, o consumismo.

Com tantas questões a merecer atenção, voltaram-se muitos contra o comercial do BOTICÁRIO, o que me surpreendeu. Em vários locais onde estive, ele era motivo de indignação. Soube que a empresa está, inclusive, sendo boicotada por incitação de homofóbicos religiosos, e que o assunto gira sem cessar nas redes sociais.

Se o homem mata a mulher, por traição, sempre haverá quem lhe dê razão, afirmando que ela mereceu isso. Se uma jovem é estuprada, sempre haverá alguém que afirme ter ela contribuído para tal. E nessa estupidez caminham muitos. Não se incomodam com ocorrências terríveis aos olhos dos conscientes, mas levantam logo a bandeira da intolerância, dispostos a morrer ou matar por ela, quando se trata da opção sexual de terceiros.

Logo que o vi, pela televisão, eu o considerei bem feito e muito belo. As empresas só podem apresentar casais tidos como "normais", ao oferecer seus produtos? Só existe namoro entre homens e mulheres? Porque ainda é tão grande o preconceito? O mundo não vai chegar a parte alguma sem o respeito às diferenças, cuja ausência fomenta o ódio e inúmeros crimes.




A intolerância tem dificultado as relações humanas. O dia dos namorados lembra amor, sentimento sem o qual não se consegue viver. Com ou sem presentes, os parceiros tentam mostrar, um ao outro, o quanto são queridos e especiais.  Enquanto os seres humanos não aprenderem que somos todos diferentes, a harmonia e a paz, tão desejadas, continuarão longe de ser alcançadas.


                                                         Marilene



23 comentários:

  1. Marilene, sou um tanto quanto desligada dos comerciais, mas assisti agora aqui. Achei lindo! É a realidade, existe mesmo e o amor tem comandado os mais diversos tipos de relações. O preconceito existe sim!

    Uma linda semana, beijos, tuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica, sou sempre atenta aos comerciais. Alguns são tão belos! Outros nos trazem irritação. Quando exploram mulheres, não gosto, mas o público não reclama. Deveria fazê-lo, já que é tão "preocupado" com o que a mídia mostra, mesmo quando se trata do que também nos mostra a realidade. Bjs.

      Excluir
  2. Boa tarde Marilene,
    O que mais tenho visto é intolerância de todos os lados,
    e nessa guerra, ninguém sai ganhando.
    Quanto ao comercial de 'O Boticário', não entendi direito porque tanta revolta,
    afinal marcas poderosas como Apple, Microsoft, Facebook, Google entre outras,
    apoiam o casamento gay e ninguém nunca as boicotou.
    E porque será que não boicotam as empresas
    que usam trabalho escravo ou destróem o meio ambiente?!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está certíssima, Clau! Ninguém deixa de adquirir produtos de empresas que tanto mal acarretam ao mundo e à sociedade. Bjs.

      Excluir
  3. Assino com você, se me permitir, Marilene. Inclusive, também achei de muito bom gosto o comercial. E olhe que sou publicitário! Boa semana, amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você, que é do ramo, tem uma visão especial sobre comerciais. Bom saber que, como eu, o considerou de bom gosto. Abraço.

      Excluir
  4. Olá Marilene, estou passando para conhecer seu blog e te convidar para conhecer o meu!
    De cara já gostei demais do seu blog! Amei sua colocação! Creio que com tantas coisas importantes a se preocupar a "sociedade" não deveria se preocupar com esse comercial... Não vi nada demais nele, não vi falta de respeito nenhum, não entendo como o ser humano é tão pobre de espírito! Vc acredita que por causa desse comercial eu comprei briga no face? Não que eu procurasse, lógico, me enviaram um solicitação para uma campanha contra e eu não aceitei e escrevi um texto com meu pensamento e uma amiga achou que era com ela e ai já viu né!? rsrs Aí a pessoa diz não ser homofóbica, vai entender não é!? Desejo uma linda noite! Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Oi mana,

    Conforme lhe disse pessoalmente, vi este comercial sem atentar para nada, apesar de ser uma pessoa muito observadora. Somente depois que você comentou a respeito é que fui prestar atenção no comercial. Não vi nada demais na 'ousada' propaganda do Boticário. Digo 'ousada' porque poucas empresas se comprometeriam em lançar um comercial da espécie num país tão preconceituoso quanto o nosso. O amor é para todos, indiscriminadamente, e todos merecem festejá-lo nesta data especial para os enamorados. Há muita coisa para se preocupar nesta vida, como, p, ex., pai que estupra e mata uma filha menor, do que com preconceitos baratos. Nada contra o comercial, que foi bem delicado na sutil abordagem.

    Ótimo texto.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Olá, querida Marilene
    Tudo é muito bonito quando não nos atinge, muitas vezes...
    O comercial é suave e não tem nada que espante...
    Há relacionamentos nojentos (literalmente falando) entre héteros...
    'Comércio no amor' há também fora da data...
    Seja feliz e abençoada!!!

    ResponderExcluir
  7. Quer dizer que o amor tem cara? Deveriam se preocupar com os casais 'normais' quando um trucida o outro, esquarteja e solta por aí. Ou 'encomenda'... Que absurdo. Amor, carinho, afetos são normais onde quer que sejam, onde resolverem parar e fazer seu ninho. Esses preconceitos é que matam tudo e não levam a nada.
    Beijo! Bela postagem.

    ResponderExcluir
  8. O Dia dos Namorados, por cá, é no dia 14 de fevereiro. Sabemos que as datas festivas são aproveitadas para elevar as vendas e, no contexto atual de crise, nem sequer vejo mal nisso.
    Na verdade é o que mais se vê: hipocrisia mesmo entre tantos que, em público fazem passar um discurso "politicamente correto", sendo, em privado, preconceituosos.
    Não consegui ver o comercial (net lenta, possivelmente) mas, pelo que escreveste e pelos comentários percebe-se que é bem conseguido. É muito importante que as empresas comecem a ter a noção da sua responsabilidade na "educação" para o respeito pelo outro, independentemente da raça, credo, sexo, cor, etc.
    Gostei imenso da tua postagem.
    Bjo, Marilene :)

    ResponderExcluir
  9. "todos diferentes, todos iguais..."

    beijo

    ResponderExcluir
  10. Amiga Marilene, não conhecia este vídeo e achei também muito delicado e bem feito .
    É difícil quebrar preconceitos enraizados há anos. Assim como é difícil resistir aos constantes apelos consumistas.
    Tenho a sorte de ser e de ter filhos completamente ausentes destas duas realidades.
    O afecto, o amor e a dedicação falam sempre mais alto e para isso não é preciso gastar dinheiro.

    Um beijinho com carinho

    ResponderExcluir
  11. O importante é o amor, cada um vive de acordo com sua vontade, não é?
    Amei seu texto cara Marilene, sempre muito instigante e questionador.
    Um abraço querida.

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito do teu blog!
    Se puderes vista o meu e se gostares segue...se seguires deixa comentário :)
    Beijinhos

    http://beautifullsecrets.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  13. Minha querida amiga
    Estou muito grato pela prontidão com que respondeste ao meu apelo.
    Estava deveras preocupado com a ideia de poder contagiar quem me visitasse, com esse hipotético vírus que a Amiga Majo parecia ter detectado.
    Felizmente não passou de falso alarme, verificado por ti e por todas as amigas que, tão gentilmente, comprovaram a minha boa saúde -:)))
    Muito brevemente estarei de regresso e poderei retribuir todas as atenções recebidas.
    Um beijo
    MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA

    ResponderExcluir
  14. Cara Marilene

    A intolerância tem-se manifestado com tanta violência e constância que está a dificultar a vida em sociedade. Realmente, nós somos diferentes e cada um de nós tem o direito a sua vida como bem entender, não prejudicando ninguém.
    O video está muito bem feito. Por cá o dia dos namorados já passou, foi no dia 14 de Fevereiro. Por essa altura há sempre, por parte do comércio, incitamento ao consumismo através da publicidade.

    Como sempre um texto muito a propósito.

    Bj

    Olinda

    ResponderExcluir
  15. Oi, Marilene!
    O mundo é habitado por pessoas estranhas, para não dizer hipócritas. Preferem viver uma vida de fachada do que encarar a realidade. Tão fácil seria viver sem as tempestades em copo d'água ou querer que as pessoas sigam aquilo que achamos o certo.
    Quando surgiu o burburinho sobre o comercial, nem procurei saber do que se tratava e conforme a Chica, também assisti aqui. O que tem de mais? O amor não distingue sexo pois ele está desvinculado do ato sexual que nem precisa existir amor para que ele se consolide. A partir do momento que as pessoas pararem de olhar as relações homossexuais como promíscuas, também não terão maldades com relação as relações heterossexuais, afinal, os relacionamentos não se baseiam apenas em sexo.
    Beijus,

    ResponderExcluir
  16. Aguardo o próximo post, Marilene. Boa semana!

    ResponderExcluir
  17. OLá Marilene ! Esse comercial realmente causou a maior polêmica . Realmente é a realidade de nossos dias . O amor é lindo . Isso não se discute , seja ele por casais heteros ou homossexuais . O que a moral religiosa critica é a forma como a mídia (sociedade) introduz esse comportamento nas casas de forma a deturpar a formação de seus filhos .Tenho acompanhado o desenrolar desse tema e muito do que vejo é o querer impor às nossas crianças um comportamento que poderia passar longe de suas cabecinhas se não fossem induzidos .Não tolero e muito menos pratico homofobia . Cada um é livre para seguir a opção sexual que melhor lhe convier . Mas , é preciso cuidado com os exageros e falsas ideologias Abcs e boa noite . Ah , obrigada por sua visita sempre carinhosa .

    ResponderExcluir
  18. Bela postagem e bem
    oportuna.
    Obs.:
    La no Espelhando estamos
    nos preparando para
    a comemoração do
    5º aniversario do blog
    no mes de julho.
    Passa por la e escolhe
    um dos 5 poemas de cada
    autor , la expostos desde
    a primeira semana de junho.
    Na 1ª semana doi o Palhaço Poeta,
    na 2ª semana foi o Samuel
    nessa 3ª semana temos a Nadia
    e na 4ª semana teremos o Daniel.
    Aguardo vc.

    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
  19. Cá em Portugal,o dia dos namorados comemora-se a 14 de fevereiro mas,na minha mais sincera opinião,o dia dos namorados deve ser comemorado todos os dias,todos os dias das nossas vidas devemos dar atenção e carinho à pessoa amada,pelo menos,é o que eu penso!! Cumprimentos e até breve!!

    ResponderExcluir
  20. Já passou o Dia dos Namorados, Marilene, mas seu texto está ótimo. E essa polêmica foi tão imbecil que chega a dar uma tristeza na humanidade... Ainda bem que a empresa não recuou. Bjs

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...