21 de jul de 2014

INDIVIDUALIDADE

(Andrew Judd  - Canadian painter )

                                                               

Para alguns basta um pequena mochila. Nela colocam seus sonhos, cuja grandeza não mensuram, e como bandeirantes saem a desbravar sertões em busca de riquezas previamente incalculáveis. Quando fitam o horizonte, sorriem, julgando-o finito e alcançável. Sabem que encontrarão desafios pelo caminho, mas levam uma força interior que os fazem não temer o desconhecido. Não se preocupam com o retorno e/ou com as condições em que um dia talvez voltem. Nasceram para a aventura, dizem alguns. São os corajosos, afirmam outros. Mas eles reconhecem que não se enquadram em tão pequeninas definições. Interessam-lhes o crescimento, o descobrimento e, acima de tudo, a realização daqueles sonhos que , guardados na mochila, vivem em seus corações.

Para outros é assustadora uma viagem ao desconhecido. Sequer conseguiriam prever o que deveriam levar. Janelas permitem que entre o vento e preferem mantê-las fechadas, aconchegados e protegidos. Limitam os sonhos e nem por isso são infelizes. Desenham-nos dentro de suas possibilidades reais e se satisfazem com pequenas conquistas. Nasceram para a rotina, dizem alguns. São covardes, afirmam outros. Mas também não se reconhecem nessas definições. Interessam-lhes um mundo onde possam caminhar tranquilos, uma pequena plantação totalmente visível e controlada, um céu infinito do qual retiram a beleza enquadrada dentro dos parâmetros delineados pelo olhar.

Não podemos ser julgados ou avaliados pelo que buscamos na vida. Seu ritmo nos convida para danças diferentes e nosso gosto musical se fixa nos acordes que nos são prazerosos, fazendo com que desprezemos os que a outros agradam. As interrogações permearão todos os caminhos, mas quando temos definido o nosso, serão mais fáceis as respostas. Das dúvidas também se duvida porque certezas vestem a individualidade e não são por todos abraçadas. O medo de errar estará presente nos passos de cada um, sejam ou não ousados. E em todas as mochilas haverá arquivo de cicatrizes, de culpas e de arrependimentos. Nossas escolhas têm a ver com o que nos pede o espírito. Não se impõe sonhos ou jornadas porque a realização depende de expectativas individuais. E a felicidade, comumente, não é coletiva.


                                                              Marilene



Vou continuar ausente dos meus espaços por algum tempo. Aos poucos, certamente, recuperarei as energias e o estímulo necessários para a continuidade frequente de postagens. Mesmo com passos curtos, procurarei retribuir as visitas. Renovo a todos que me deixaram manifestações de apoio e força,  meu sincero agradecimento.



29 comentários:

  1. Lindo te ler e ver por aqui novamente.Mesmo que não voltes, deste o primeiro passo do caminho que é teu, deve ser trilhado...Respeitar teus sentimentos, ver o que te pede o coração! bjs praianos, tuudo de bom,fica bem,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Marilene. Concordo plenamente. cada pessoa é um universo, e faz o melhor que pode entro de suas possibilidades. Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Oi Marilene,
    Seremos sempre julgados por fazer esta ou aquela escolha,
    então o melhor a fazer é sermos o nosso melhor,
    e nunca se comparar a ninguém, muito menos criticar as decisões alheias.
    Cada pessoa é uma história e toda história é única.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Marilene

    Para mim, a leitura das tuas crónicas, são reflexos da vida real, tal a sua construção programática. Na presente aqui fica o meu juízo de valor: o examinando fica passado com distinção.
    Obrigado pela presença, neste espaço.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Querida Marilene,
    para uns é a aventura que os move, o sair ao raiar da aurora sem ter tempo de partida ou chegada anunciada, o partir sem destino ou indo em busca de de um sonho, realizável ou não.
    Exixtem outras pessoas para as quais não existe sequer descoberta a ser feita, o seu mundo está aí à sua frente declarado e como se não tivesse nenhum desígnio escondido.. Basta-lhes o dia a dia, no mesmo lugar, às vezes apenas dentro da pópria casa, o lar como único local de possível de conforto. Não são pessoas covardes, podem simplesmente não gostar de surpresas.
    O medo de errar existirá eventualmnte em todos, só que os segundos evitam o erro.
    Admiro as tuas crónicas e atua forma de abordar diversos assuntos.
    xx

    Neste momento de luto, gostaria de dizer-te que penso em ti e na Vera, e que quando a dor for menos pesada todos os irmãos possam sorrir ao lembrar com funda saudade essa mãe linda que tanto vos amou, porque o amor não morre nunca.
    Um grande abraço.
    xx

    ResponderExcluir
  6. Querida Marilene, como nossas vidas seriam mais prazerosas se houvesse mais respeito, se cada qual pudesse fazer o que bem quisesse sem ser importunado com críticas afim de menosprezar a maneira que escolhemos viver. Eu particularmente gosto de rotina, de sossego, e de quebrar de vez em quando o ano com alguma saída para onde gosto, sem grandes aventuras. E não me sinto covarde ou coisa qualquer por não me aventurar no Alasca! Que vão os corajosos, se isso os tornarem realizados. Eu fico por aqui, passeando onde gosto, vivendo com minha família, meus animais, meu conforto. Não corro atrás de superação, mas não critico aqueles que precisam provar algo a si e a submeterem-se a grandes aventuras. Cada um que leve sua vida como lhe agrade: a felicidade jamais será coletiva.
    Que bom vê-la de volta, mesmo em doses homeopáticas.
    Fique em paz, amiga.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Que belo texto... De facto, assim é...

    ... e nestas coisas da vida, também nós precisamos de carregar a mochila sem que tenhamos necessariamente de suportar enormes pesos... os momentos são negros, a alma chora, a pessoa vai-se abaixo... mas devagarinho é bom tentar fazer das coisas, não um peso insuportável, mas uma doce lembrança...

    um beijinho amigo na prossecução da caminhada...

    ResponderExcluir
  8. Excelente, Marilene!
    Dou por mim, algumas vezes, a pensar que se fosse jovem nesta época, partiria à aventura.
    Assim, escrevo-a...
    BJO e Força!

    ResponderExcluir
  9. Concordo, mana. Metas e sonhos têm a ver com as expectativas de cada um e ninguém deve ser julgado por suas escolhas. Há quem seja motivado por aventuras e há os acomodados, sendo que cada um se realiza à sua maneira. O importante é ser feliz.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. OI Marilene, boa noite querida!
    Sei que passa por momentos tristes, muito dolorosos!
    E mesmo assim consegue escrever belos textos baseados na sua nova visão da vida!

    Adorei a forma como descreveu ambos os lados da moeda, seja arrojado ou conservador...
    A pessoa tem que seguir a linha do seu pensamento, seja ela qual for e fazer o que lhe faz se sentir melhor!
    Assim, a realização chegará a ambos, cada qual com suas especificações e particularidades.

    Parabéns por tão bela reflexão!
    Aproveito também para desejar muita força em seu luto, pois sei bem como é difícil superar essa fase...
    Beijos e uma semana serena....

    ResponderExcluir
  11. Respostas
    1. Belíssimo blog, muita sensibilidade em seu texto, conteúdo intenso. Como não ficar encantada?
      Parabéns pela poesia, que é de tanta delicadeza que me comoveu.
      As escolhas de cada um devem ser respeitadas tanto quanto as limitações de cada ser.

      Excluir
  12. Boa tarde,
    descreve muito bem os dois lados, certo é, que diariamente e estamos sujeitos ao desconhecido na nossa viagem pela vida.
    Sermos avaliados sem conhecimento, é uma forma involuntária de nos valorizar por quem o faz.
    Dia feliz
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  13. Com muito carinho nesse final de semana.
    Venho desejar muitas coisas abençoadas
    para você.
    Feliz dia do escritor .
    Para mim
    escritor é todo aquele ,
    que escreve um livro ou simplesmente
    uma poesia até mesmo quando escolhe um poema só
    O fato de escolher um poema ou um texto
    para postagem não deixa de participar da vida do escritor.
    O escritor esta no coração de cada um de nós.
    Eu não me considero importante mais do
    que ninguém por ter escrevido
    um livro.
    Um feliz e abençoado final de semana beijos.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Marilene!
    Como diz a sabedoria popular, temos que ter cuidado com o que desejamos!
    Bom que pudéssemos juntar os dois temperamentos, mas não podemos esperar que a vida seja linear. O que é exemplo para uns, não será para os outros!
    Melhoras!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  15. Lindo Marilene, sempre delicada no sentir e no expressar.
    Linda reflexão.
    Um abraço cara amiga.

    ResponderExcluir
  16. Boa noite Marilene, precisamos seguir nossos sonhos nos deixar guiar pelo nosso coração, só assim chegaremos até onde tanto queremos!
    um lindo fim de semana e até sempre...
    abraço amigo!
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  17. Olá Marilene! Após a leitura de tantos comentários com tão belas e confortantes palavras, confesso que fico sem ter o que dizer, a não ser, que o direito de um termina quando começa o direito do outro. Portanto, a individualidade da pessoa deve ser respeitada, cada um segue o caminho que melhor lhe convier, desde que não vá de encontro à vontade do seu semelhante, pois o que é bom para um, pode não ser bom para o outro.

    Com relação à sua perda, ore amiga, peça a DEUS que, com certeza, ELE vai dar, não só a você, mas a todos, o conforto necessário. Sei que dói, pois já passei por isso, mas estou resignado porque sei que ela está, certamente, bem melhor do que nós.

    Abraços e um ótimo domingo para ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  18. Belo e interessante texto como sempre. Senti aí, uma encruzilhada. A vida muitas vezes é assim mesmo. Nos apresenta caminhos pelos quais ficamos indecisos na decisão. Siga aquele que seu coração ditar. Aquele que for melhor p/ vc. Leve a mochila que lhe for mais confortável. Bjs e sinta-se confortada por ELEo senhor da vida. . Abcs

    ResponderExcluir
  19. Gostaria de poder, nesse momento,
    olhar a face serena de Deus
    e agradecê-lo pelos anjos que são postos em meu caminho,
    aos quais fui ensinada a chamar de amigos.
    A você que eu tenho tanto carinho
    venho deixar um abraço apertado
    Uma feliz e abençoada semana.
    Beijos.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  20. Bem-vinda de volta, amiga; fico feliz em saber que você está se recuperando. E concordo inteiramente: não podemos impor limites, ou julgar, porque cada um tem o seu jeito de ser e a sua verdade. Boa semana, fique bem!

    ResponderExcluir
  21. Olá, Marilene
    Foi tão bom vê-la na minha «CASA»!
    No Face tive oportunidade de demonstrar minha solidariedade. Sei que foi um duro golpe, já passei pelo mesmo várias vezes - o último, fez dois anos em Junho, foi o pior de todos - mas o tempo nos ajuda a conseguir conformação. Portanto... demos tempo ao tempo.

    Sobre a sua postagem:
    Cada pessoa é única, com suas virtudes e seus defeitos, e compete a cada um de nós aceitar o outro como ele é, sem recriminações ou censuras.
    Há que compreender que cada qual constrói o seu universo, uns enormes, outros muito pequenos, de acordo com as suas necessidades espirituais/psíquicas, e é assim que se sentem felizes. Há que aceitar e respeitar, para que nos aceitem e respeitem.

    Continuo solidária consigo, sempre, acredite.

    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  22. Respondi assim no meu blog:

    Miguel 30 de Julho de 2014 às 15:22

    Marilene, linda amiga
    Agradeço muito, muito, a sua presença.
    Soube há muito poucos dias, pela minha (e sua) querida amiga Mariazita, a provação por que passou, com o desaparecimento de sua mãe.
    Apresento as minhas condolências e deixo meu abraço solidário.
    Obrigado por seu carinho.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  23. Hoje estou passando para agradecer
    sua amizade, desejar sempre o melhor
    pra vc, e fazer um convite para
    participar do sorteio que vou fazer
    pelo niver do meu Blog, são 3 anos
    de muita alegria, venha festejar comigo....

    Abraços de bom final de semana
    Bjusss

    (¯`´¯)
    `*.¸.*´
    ¸.•´Rita

    ResponderExcluir
  24. Oiee Marilene! Espero que descanse bem e volte logo para a felicidade geral dos leitores! Ah...seu texto me fez pensar na individualidade de forma diferente. Realmente a felicidade é algo que só nós podemos alcançar...sozinhos nos conhecemos melhor. É importante compartilhar momentos com os outros, mas também saber e gostar de estar com si próprio.
    Beijos!
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  25. Torcendo por você, amiga. E só para lembrar que estamos aqui. Boa semana!

    ResponderExcluir
  26. Cara Marilene

    Excelente reflexão que aqui nos oferece! Muito obrigada.
    Agradeço também as suas visitas mesmo nessa fase triste da sua vida.
    Desejo que aos poucos vá encontrando consolação nas boas recordações.

    Que esse tempo de repouso lhe traga novas energias.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderExcluir
  27. Vale a pena ler....
    Nesse Domingo comemora o dia dos pais
    muitos como eu já não tem mais
    a alegria da presença física de pai.
    Por isso de alguma forma nesse dia
    procuro estar feliz da forma
    que meu pai sempre gostou.
    Com certeza ficaria muito chateado
    se pudesse me ver chorar nesse dia.
    Guardo na memoria um pai que
    mesmo sendo bravo a moda antiga.
    Fui muito amada..
    recordo com infinita saudades
    quando brincava passando em meu rosto,
    a barba por fazer.
    Do almoço Domingueiro onde
    minha mãe fazia a pasta
    deliciosa que ela fazia.
    Um abençoado final de semana.
    Feliz dia dos pais independente
    da Circunstância.
    Beijos no coração carinhos na alma.
    Evanir.
    Deixei mimo na postagem como
    lembrança desse dia.

    ResponderExcluir
  28. O julgamento ocorrerá em qualquer circunstância, Marilene. E eu faço parte do time dos que se amedrontam com o desconhecido e com o novo. Bjs e fique bem!

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...