11 de nov de 2013

OS SAPATOS

(Natalie Shau)

                                                                   
Ela caminhava de um jeito estranho. Como eu estava desatenta, pensei que fosse por algum problema físico. Antes que o sinal abrisse voltei a cabeça  para observar melhor e logo percebi a razão: os saltos. As calçadas não permitem um  andar elegante com sapatos de saltos muito altos e finos. Aliás, penso que não são apropriadas para eles. Não as nossas, cheias de pequenos buracos.

Houve uma época em que não me sentia "vestida" se estivesse usando sapatilhas. Nossa, nem pensava ser capaz de calçá-las, pois não compunham qualquer traje. Assim pensava, equivocadamente. Também, saía da garagem do meu prédio para a garagem do edifício onde trabalhava. Andar, durante o dia, significava caminhar entre as salas de um único pavimento. Na maior parte do tempo, analisava processos e emitia pareceres. Os saltos em nada me incomodavam, salvo na hora do almoço, quando precisava ir a um restaurante. Caminhava devagar e com cuidado, como as demais mulheres que transitavam pela Avenida Paulista.

Quando paro frente à vitrine de alguma loja de calçados vejo que os saltos estão cada vez mais altos. Os sapatos são lindos, o que não se pode dizer do caminhar de quem os usa. O jeito de andar das pessoas sempre chama minha atenção e a elegância não está ligada à altura dos saltos, mas à forma de se movimentar com eles. A escolha de um calçado deve considerar sua qualidade e conforto. Muito se fala, na área médica, sobre as consequências desastrosas que esses saltos podem ocasionar.

Nas novelas e filmes, vemos que as atrizes , mesmo em casa, estão calçando sapatos de saltos enormes. Ninguém conheço que adote tal comportamento, na vida real. Eles são, de fato,  muito lindos, mas só podem ser usados por quem tem habilidade para isso. É muito deselegante a mulher que, toda composta, não consegue caminhar com desenvoltura, em razão deles.

Atualmente, eu os tenho como apropriados para ocasiões e lugares especiais. Abracei os sapatos com pequeno ou nenhum salto, as rasteiras, as sandálias de salto médio, e me sinto muito bem com eles. Aprendi que não prejudicam, em nada, a elegância, quando adequados às roupas que se está usando.

                                                                        Marilene


16 comentários:

  1. Faz tempo não os posso usar e tenho visto o aumento dos saltos e me impressiona! Tenho as minhas filhas que andam o dia todo, mesmo em casa assim com eles... Incrível!! beijos,chica.linda semana!

    ResponderExcluir
  2. A elegância feminina pode ser apesentada sem salto, vale é mulher saber pisar. Sempre és observadora de tipos. Reparaste por certo, o que faz a mulher bonita é a sua compostura, a maneira com sabe equilibrar todo o seu trajar. Em certos casos casos, o salto alto é contrapudecente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Tema interessante. Também fico surpreso ao ver mulheres de salto alto em todas as ocasiões. Fico pensando, se o uso diário desse tipo de calçado não desconforto.
    Eu, particularmente, tenho dificuldade com sapatos. Meus pés são largos e gordos, isto, são altos ou grossos, e além disso joanetes me atrapalham quando o calçado fica justo, e, ainda tenho artrose, que pede calçados leves, tipo 30, quarenta gramas...
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir
  4. Olá mana,

    Às vezes fico pensando em como me equilibrava tão bem em saltos altos. Hoje os meus também estão abandonados, já que usados excepcionalmente, pois não abro mão do meu conforto. E depois, segundo um ortopedista que consultei há muito tempo, ele aconselhou o uso de saltos com plataforma, pois são mais confortáveis e não comprometem a coluna. Acho belíssimos os sapatos e sandálias de salto alto em moda, mas já não andaria com eles com a necessária elegância e equilíbrio. Também observo as mulheres de salto alto e poucas são as que conseguem andar com porte elegante. Em boa hora surgiram os belos sapatinhos sem salto (ou com salto menor) e as lindas sandálias rasteiras. Afinal, conforto e elegância devem caminhar de mãos dadas.

    Linda a imagem.

    Beijossssssssss.

    ResponderExcluir
  5. Raramente uso saltos altos, não me habituei, só mesmo em ocasiões em que tem que ser.
    A m/irmã é o meu contrário gosta imenso de saltos altos.
    E a paixão dela são os sapatos.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  6. Oi, Marilene! Eu sou adepta dos saltos baixos e sapatilhas e me considero uma pessoa elegante. Vou além, também não é preciso roupas caras ou estilosas para ser elegante, mas saber como se portar com elas.
    Sei andar de salto porque já fui recepcionista de eventos, mas não consigo ver elegância em quem não sabe andar com eles ou em quem está morrendo de dor nos pés. Minha filha irá de longo a uma formatura e trocou um salto altíssimo por um mais baixo para poder dançar. Tem coisa mais elegante do que bailar sem dor nos pés? :)
    Adorei seu post...
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Marilene, imagino a dificuldade que deva ser andar num salto. Ainda mais nessas nossas calçadas esburacadas e vergonhosas. Mas não posso deixar de falar que quando li o início do seu texto lembrei na hora da Valdirene de Amor à Vida. rsrs Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Marilene!
    Bem lembrou o Sérgio,pois a Valdirene da novela,
    e um ótimo exemplo de alguém que definitivamente não sabe andar de salto!rsrs
    E tenho visto muitas mulheres que devido aos saltos imensos,ficam até desengonçadas ao caminhar e só o fazem olhando para o chão,dando adeus à elegância!
    Só sei que conforto é tudo,não gosto desses calçados altos,embora sejam lindos.
    Bjs \o/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Marilene, mas concordo em tudo! Estou tão desacostumada a salto o dia inteiro e caminhando nas calçadas, que quando avisto alguém com esses imensos saltos quase quebro o pescoço para olhar... Penso que hoje tem lugar próprio para usar saltos altos. A mulher não caminha mais com desenvoltura, se equilibra. A vida mudou, os hábitos mudaram. Eu mudei. Jeans fica lindo com salto, mas não com aquele exagero em que o pé fica na vertical. Menos é mais.
    Gostei do tema.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá, querida Marilene
    Também os prefiro... salto 20 só nos bailes da academia militar na juventude já ida... rs...
    Prefiro me sentir comodamente vestida e composta...
    Tem festinha no blog e vc é seguidora, vou ficar contente em tê-la por lá:

    http://www.espiritual-amizade.com.br/2013/11/amizade-virtual-2-anos-do-blog.html#comment-form

    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Marilene, então somos duas, pois um salto também não faz parte integrante da minha vida, na correria do dia-a-dia opto por qualidade de vida... bjks tenha uma semana iluminada.

    ResponderExcluir
  12. Estou com vc mari! Quem nao sabe usa-los melhor deixa-los de lado pra nao tornar tao deselegante. Eles são lindos e acho ate que aprendi a andar com eles na adolescencia, mas como a minha coluna nao permite abusos, faço como vc, deixo-os para ocasioes especiais a nao ser um salto medio anabela pra dias chuvosos. Na verdade o meu ortopedista me aconselhou plataforma mas nao gosto de jeito nenhum. rs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Gosto muito de saltos altos, mas já não os uso com tanta frequência, mas em uma ocasião especial, claro lá estão eles, fazendo parte do traje.
    Lindo texto, um abraço.

    ResponderExcluir
  14. Que belo texto Marilene. Sempre quis escrever sobre sapatos , mas ainda não achei o momento. A maneira como vc abordou o quesito "desenvoltura" ficou tb muito elegante e cuidadosa. Um texto leve e interessante. Bem , mas eu tb há tempos fui obrigada a abolir os saltos altíssimos" . mas acho que eles completam muito bem a elegância da mulher. Claro sabendo usá-los com desenvoltura e elegância. Caso contrário melhor ficar com as sapatilhas ou os meio saltos . São bem mais confortáveis.

    ResponderExcluir
  15. Gostei do texto e do sapato!!

    Lindos e atraentes os sapatos e nos pés dão um charme especial... os altos são mais elegantes, os baixos mais confortáveis e despojados e a roupa e ocasião que pedem o tipo a usar... por isso, temos que ter variados....

    Beijos querida!

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...