30 de nov de 2013

A PROMESSA ( mini conto )

(James philip Pegg )

                                                             

Com visível dificuldade ela subia, devagar, os degraus da escada das promessas. Assim ficou conhecida a enorme escadaria que dava acesso à entrada principal da igreja, após a construção de uma outra passagem, mais plana e cômoda. Há mais trinta anos prometera fazê-lo se o marido, que a abandonara, lhe pedisse perdão.

Dez dias atrás recebera uma ligação sobre um acidente, onde questionavam se conhecia o motorista, eis que seu nome, Aída, era o primeiro na lista de contatos do celular dele. Suas pernas bambearam. Confirmou-o e , de táxi, foi imediatamente para o pronto socorro. Um médico lhe disse que ele estava entre a vida e a morte. Ao vê-lo, pronunciou, gaguejando, seu nome, e entrou, pela última vez, naqueles olhos azuis. Com a palava "perdão", ele se despediu dela, definitivamente.

                                                                      Marilene


16 comentários:

  1. Nossa, que conto triste, Marilene. Imaginei a cena e me emocionei. Bom final de semana. bjs

    ResponderExcluir
  2. Vi como um grande momento dele, o cumprimento de uma "obrigação", antes de fazer a "viagem". Um conto mini que expõe grandes emoções. Coisas de Lene.

    ResponderExcluir
  3. Nos bridaste com um belo conto. Vens sempre bem em qualquer género de literatura. parabéns Marilene.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Triste perdão, triste hora pra ele acontecer! LINDO conto! beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Marilene!
    Esperar mais de 30 anos por um pedido de perdão,
    deve ser angustiante...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Marilene, ficou em mim a pergunta: e de que adiantou guardar essa mágoa por tantos anos?
    A ausência do perdão é um sentimento que corrói, antes de tudo, aquele que evita doá-lo. Fica preso a um sentimento que não merecia ocupar tanto espaço em sua vida.
    Mas era uma mulher de palavra... cumpriu sua promessa.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Triste! Caso resolvido! Pena que demorou tanto Marilene...
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi mana,

    Que triste espera! E como foi importante para ela este pedido de perdão! Creio que ela poderia ter prescindido deste pedido e seguido sua vida com o coração liberto. Se não o fez é porque amava o marido e o desejava de volta. Pena que o perdão tão desejado chegou tardiamente.

    Um mini conto emocionante e muito bem elaborado. Parabéns!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Há pessoas assim, que esperam a vida toda agarradas a uma promessa. E a vida vai se escoando sem alegria e, praticamente, sem esperança. Este seu mini-conto Marilene é um grande conto. Faz-nos pensar em, Libertar o coração e perdoar mesmo que o pedido formal nunca chegue. E sairemos a ganhar. Não há pior coisa para o nosso íntimo do que a mágoa e o rancor.

    Obrigada.

    Bj

    Olinda

    ResponderExcluir
  10. Que pena que o perdão demorou tanto para ser pedido e dado.
    Triste fim dos dois.
    Um abraço querida Marilene.

    ResponderExcluir
  11. Nossa. Dois parágrafos e uma reviravolta no segundo! Eu não esperava... Então, ela fez uma promessa... Tinha a ver com o homem na cama?

    ResponderExcluir
  12. Uma história de vidas desencontradas... Quantas vezes reais...
    Você tem uma grande capacidade de síntese. Diz tudo em duas" penadas". Parabéns, Marilene!
    Abraços.
    M. Emília

    ResponderExcluir
  13. Olá, querida Marilene
    Ainda temos tempo, no último momento, de arrependermo-nos de tantas coisas vazias que habitam em nós...
    Seja abençoada e feliz!!!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  14. Nossa! Muito bom e intenso teu conto, Marilene.
    Não me recordo se já havia lido um conto seu, acho que não...
    As fatalidades e suas desventuras. e quantas vezes não somos nós um pedaço de solidão e arrependimento das pedras que não retiramos do caminho dos outros?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Minha nossa, Marilene!!

    Estas se aperfeiçoando na arte de escrever! Poucas linhas, com muita profundidade!
    Lindo! Mexe com a gente!
    Beijos e meu carinho!

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...