7 de out de 2013

VOCÊ FOI ADICIONADO !!!!!

  
(Benoit-Courti)

                                                         

                                                           




Não faz muito tempo que eu resolvi participar do facebook. Mas não o vejo como local para se trocar confidências, para exposição de vida pessoal, para diálogos que, em vista do teor, mereciam uma conversa particular.

Atualmente, temos o google+, que até hoje não compreendo bem. Recebo, todos os dias, várias notificações de que fui adicionada ao mesmo por alguém. Vou ver de quem se trata, sobre o que escreve, e me surpreendo. Alguns não falam sobre nada, outros postam em idioma que não domino, muitos fazem daquele espaço uma forma de promoção de negócios, e por aí vai. Não me custa, por gentileza, clicar no "seguindo", embora saiba que não vou retornar. Se a pessoa possui um blog, costumo conferir  o que contém. Se me agrada, deixo um comentário, mas, raramente retribuem, visitando algum dos meus. Não assimilei, ainda, o propósito desse "adicionar". Que objetivo o alimenta se não há contato via blog? Nada escrevo lá, salvo o compartilhamento do que foi publicado nos blogs. E confesso que nem acesso meu perfil. Exceção, quando recebo alguma notificação e vou verificar, agradecendo eventual comentário.

O que esperam as pessoas que nos adicionam, principalmente as que não tem blog? Algumas vezes até bloqueio uns, porque ficam em bate papo e a cada nova palavra escrita no espaço vem um aviso que não me interessa. Prefiro o antigo perfil do blogger, que mantenho. Quando entramos no de algum amigo, estão lá, de forma clara, os nomes de seus espaços, o que não acontece no google+, salvo se a pessoa tiver o cuidado de mencioná-los no "sobre".

Creio que, não lidando bem com essas redes, minha falta de conhecimento
possa estar originando as dúvidas. Mas o fato é que ainda não encontrei a real utilidade delas.  Aceito informações (rss).

                                                                  Marilene


20 comentários:

  1. Bom dia cara Marilene!
    Tens as mesmas dúvidas que a maioria, inclusive eu, mas gosto que me adicionem, sinal que meu blog ou perfil chamou atenção em algum momento. Como no mundo virtual não há aquele olhos nos olhos ao conhecermos alguém, acho que o entrosamento fica por conta de gostos iguais e até pelos amigos em comum.
    Quanto ao facebook, achei nele uma grande utilidade: uso-o ao invés de telefonar para parentes e amigos que moram longe. A noticia chega rápido porque as pessoas o acessam varias vezes ao dia. Claro que uso as mensagens (que são particulares). E só adiciono pessoas que conheço, familiares ou amigos de amigos.
    Não sei se ajudei ou se te criei mais dúvidas...rs...
    Um grande abraço! Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Marilene, toca aqui,rs!

    Não consigo me entender com o Google + e enquanto der, ficarei com o velho e bom, antigo . Quanto às adições, são mesmo estranhas... beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Marilene. Faço o mesmo. Dia desses estava verificando meus emails, e de repente apareceu uma janela de diálogo de alguém falando comigo em francês. Eu não falo francês. Ignorei, o que mais poderia fazer? E às vezes, aparecem outras janelinhas com "E aí, tudo bem?" Não vejo muito sentido em responder... não conheço a pessoa. Faço como você, adiciono por educação, mas na verdade, ainda não entendi esse tal de Google+...

    ResponderExcluir
  4. Estou bem por fora, Marilene. Há mais de dois anos, me ingressei no Facebook, apenas por curiosidade. E, na época, o que pensei é que FB era tipo um Orkut sem comunidades. Fiquei pouco tempo por lá. Praticamente, não participei. Excluí minha conta, mas mesmo assim, quase todos os dias recebo e-mail que tem gente querendo me adicionar, se eu conheço determinadas pessoas e que fulano de tal compartilhou algo comigo.

    Do google + eu consegui me livrar, ao extinguir minha conta, mas o Facebook , ainda me persegue.rs

    ResponderExcluir
  5. Oi, querida amiga Marilene!

    Não posso esclarecer você, porque não tenho conhecimentos para tal (creio que eles também não existem, nem na teoria, nem na prática) e porque não tenho argumentos LÓGICOS, parra esse facto.

    Não tenho Facebook, nem Google +, nem Shype, nem, nem...nem, porque não vejo nenhum benefício nessas redes sociais.

    CREIO SER TUDO UMA QUESTÃO DE MODA.

    Virgem Santíssima! As pessoas, em geral, já têm sérios problemas na escrita, não sabem se exprimir e mesmo com corretor ortográfico, dão imensos erros de ortografia nas publicações. Por exemplo: a 2ª pessoa do singular do Pretérito Perfeito do Modo Indicativo, quase sempre traz o "s". Escrevem, e naturalmente dizem, também, TU FIZESTES, TU CONSEGUISTES, TU OBTIVESTES, TU ESCREVESTES etc. etc.

    Outro erro também muito frequente é a palavra, TRAZ, do verbo trazer e a preposição simples, TRÁS. Enfim, Marilene, esse assunto daria para hoje, amanhã e para os restantes dias da semana, mas temos mais que fazer, não é assim?

    EU NÃO SEI TUDO. SEI UMA ÍNFIMA PARTE DO CONHECIMENTO E ESTOU EM APRENDIZAGEM COSTANTE, mas há o mínimo dos mínimos, que devemos "exigir".

    Os meus alunos de 16/17 anos passam a vida no Face, mas creio que é mais uma questão de moda, porque até aí a escrita é deficitária. Alguma, só eles mesmo é que a entendem. Já lhes disse que um dia desses vão ter de elaborar um "curriculum vitae" e não sabem como proceder.

    Nas minhas aulas, NÃO PERMITO, nem escrita desse tipo, nem escrita "hieroglífica", como eu lhe chamo, portanto, meus adorados meninos e meninas vamos escrever Português, de forma correta e completa.

    As conversas são como as cerejas, e é bem verdade.

    Boa semana, profícua, e com objetivos.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  6. Pretendo retificar: 3ª linha - PARA.

    OBRIGADA!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Marilene! Seus dilemas devem ser de muitos outros. Sobre o Facebook, que mantenho privado para amigos e que esses tempos mereceu uma limpa, acho ótimo para conversar com conhecidos distantes, mas sempre superficialidades. Marcamos encontros para conversar, isso é bom.
    Sobre o Google +, também retribuo a gentileza e até navego pelas indicações de vez em quando, mas há pessoas com objetivos estranhos, ou ausência de objetivos na rede, nisso concordamos plenamente, hahaha.
    Por outro lado é assim que as redes sociais vão evoluindo, resistência no início, adesão depois... mas confesso que hoje ainda prefiro o sistema antigo.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Marilene, foi OTIMO o que voce escreveu aqui.
    Aconteceu mutio comigo tanto no Facebook e bem depois no Google+.
    O G+ que me fez repensar minha atitude e quem estava adicionando ou aceitando.
    Afinal, eu preciso verificar antes de aceitar e com ricos detalhes.
    No G+ aparecem mais pessoas ligadas a pornografias e outras coisas, alem de países que precisamos ter mais cautelas. Cuidado: com nigerianos. Procurem NÃO aceitá-los. Eu tambem estou verificando se o contato tem blog e do que se trata. Outra coisa: se notarem que um homem está querendo adicioná-las e tem 10, 100 ou 1000 somente mulheres, evitem! sei lá... podem roubar fotos, fazerem montagens... afff.... Não gosto de ser indelicada, mas creio que é preciso ter cautela.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Marilene! Se me permitires, farei minhas as tuas palavras. tenho as mesmas dúvidas ou, quem sabe, até mais. Belo e pertinente texto amiga.

    Abraços e uma ótima semana.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  10. Não há como interagir com tanta gente ao mesmo tempo e com tantas ferramentas que a internet acabou nos possibilitando. As pessoas querem seguir alguém sem ao menos saber de quem se trata e por ai vai. É preciso eleger uma única ferramenta somente, aquela com a qual mais nos identificamos para se comunicar. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  11. Oi mana,

    Como você, tenho dúvidas sobre a utilidade da ferramenta do Google+. Uso-a para compartilhar minhas publicações do blog bem como as de alguns blogs amigos que trazem assuntos interessantes ou de interesse geral. Contudo, sequer fico sabendo se são visualizadas, pois não tenho o hábito de passar por lá.
    Também costumo retribuir a gentileza nos adicionamentos, mas não sem antes verificar do que se trata. Quando não tenho tempo os comunicados ficam pendentes, atolando a minha caixa de e-mail-rs.
    Quanto ao face, raramente o utilizo, a não ser quando recebo notificações ou para parabenizar algum eventual aniversariante. Creio que o face é interessante para aqueles que gostam de interagir mais com os amigos e que sabem fazer bom uso dele.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Oi Marilene :)
    As redes sociais,muitas vezes me deixa confusa!
    Não lido muito bem com elas.
    Quanto ao Google+,embora seu criador Marzk Zuckerberg,o tenha criado para competir com o Facebook,
    acho difícil isso acontecer.
    O G+ é muito fútil,queria excluir meu perfil mas não sei se isso afetaria o blogger,pois uso o email do gmail...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Marilene!
    Que legal querida, apenas hoje descobri que você, além do seu blog de lindos poemas, também tem um que fala sobre comportamento e atitudes! Lamento por não ter conhecido antes! Mas agora poderei ler seus antigos posts, à medida que eu tiver um tempo extra!

    Sabe, hoje tirei um tempo que está sendo precioso para mim!
    Estou indo com calma no blog dos amigos e absorvendo ao máximo o trabalho de cada um deles!
    Se antes eu ia correndo, hoje, ao contrário, estou com calma, muita calma nessa hora..rsrsrs
    Quem dera se eu pudesse fazer isso todas as semanas: seria sensacional!!!

    Vejo que a blogosfera é um campo maravilhoso para isso: adquirimos novos conhecimentos, conhecemos novas pessoas e fazemos novas amizades!

    Já as redes sociais, são diferentes dos blogs, a meu ver! É por isso que sou como você: não desnudo o minha vida , nem no facebook ou no Google +!!
    Estou aprendendo a usar as redes principalmente para compartilhamento dos meus artigos do blog!
    No facebook faço muito isso...rsrs E lá também tenho uma página para compartilhar alguns pensamentos e imagens que acho que podem alegrar o nosso dia!

    Já no Google +, tenho o meu perfil pessoal e o perfil da página do meu blog.
    No perfil pessoal gosto muito de compartilhar os blogs amigos que leio e gosto! Acho muito importante divulgar o trabalho maravilhoso que fazem! Poderá até auxiliar alguém no futuro! Afinal, coisas bonitas precisam ser compartilhadas não é mesmo?

    Já a página no Google +, posto alguns pensamentos quando tenho tempo! Acho legal a pessoa receber, por exemplo, um lindo buquê de flores virtual! Pode alegrar e colorir o dia de alguém! Sinto quando não posso responder o carinho de todos! Inclusive, um dia desses, um amigo do Google + , me puxou a orelha porque eu não respondi a todos os comentários individualmente, ele disse que não era elegante...
    Sabe Marilene, eu me senti como uma menininha ainda no primário , que recebe uma bronca da professora! Até senti minhas orelhas e bochechas ficarem vermelhas de vergonha...kkkkkk sério mesmo!
    Mas percebi que ele tinha razão! Tenho que dar atenção especial e particular a cada um que se dispôs a deixar o seu recado. Afinal perdeu tempo para isso e o tempo de cada um é muito precioso! Nada mais justo do que ter a retribuição!
    Depois daquele dia, só posto mensagens se eu tiver condições e tempo de responder a cada um, individualmente. Caso contrário, prefiro me abster para não gerar indelicadezas!! :))))

    Bem querida, adorei estar aqui!
    Desculpe se falei demais, juro que não fazer mais isso tá? rsrs
    Beijos e parabéns pelo belo texto e trabalho que aqui também realiza!
    Tenha uma excelente semana!

    ResponderExcluir
  14. Olá Marilene! Passando para agradecer a tua visita e amável comentário, e dizer que tomei a liberdade de me tornar teu seguidor. Isso até quando permitires, é claro.

    Abraços e uma ótima noite.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  15. rss, oi, Marilene: olha, infelizmente não conseguirei lhe ajudar, pois não faço parte de nada, apesar de também receber um bombardeio de todos os lados. Até hoje não entendo o Google +, Face e outros aparentados. E não quero entender. Mantenho apenas meus 2 blogs. E já é muito. Quanto aos seguidores, visito os blogs, sim, antes de segui-los. Porém são poucos os que comento. Sei do que gosto; sei das pessoas que me são simpáticas e que postam conteúdo. Muito bom ver que não estou sozinha nesse quesito de não aderir à redes sociais. Glória a Deus! rss

    Beijão, gostei desse post!

    ResponderExcluir
  16. Marilene
    Também nunca entendi essa faceta do Google. Muitas vezes, será o próprio operador a nos fazer chegar convites, sem interferência de ninguém.
    Tu vais observando tudo, nos dando assim a oportunidade, de comentar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Marilene! Mais uma vez agradeço pela visita e gentil comentário, assim como desejo um bom final de tarde e uma bela e tranquila noite.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  18. Creio que algumas pessoas necessitam de ter a sensação de popularidade, que tem muitos seguidores... Alguns precisam disso de uma forma obcecada. Outros seguem genuinamente, de forma descontraída. Mas creio, também, que é um assunto com muito, mas muito, a dizer... Por outro lado, e abrindo mais o leque de situações, as redes sociais facilitam a partilha, a expressão e a manifestação de agrado com o simples clicar. É rápido "atender" a um maior número de informação, embora ao estilo de "fast food"...
    Olhei para mim e reparo que sigo muita gente em silêncio, ou, muitas vezes, sem me manifestar, embora acompanhe e leia/veja. Isso acontece por vários motivos, quer pelo ritmo de uma vida muito intenso, a falta de proximidade, o não querer efectuar qualquer tipo de intrusão...
    Teríamos assunto para horas, acredito.
    Gostei!

    ResponderExcluir
  19. Marilene, eu tenho blog, Twitter e Facebook. Mas só, nem Google+ tenho. E tenho Facebook do blog e o meu pessoal. Antes não entrava muito lá mas agora estou mais ativo. Porém, eu confesso que preferia o Orkut mesmo porque lá tudo era simples e claro. Pena que todos preferiram abandonar e vir pra essa que eu acho bem pior. Mas nem posso muito te ajudar porque eu também nunca fui muito entendido desse assunto. rs Bj

    ResponderExcluir
  20. Olá Marilene!
    Hoje tive um tempinho mais e "aterrei" aqui. Estou completamente de acordo consigo. Há muito que venho analisando as pessoas que me aparecem como seguidoras e me" forçam" a segui-las. Educadamente vou ver, às vezes sigo sem grande "apetite", outras recuso liminarmente. Há blogs sem nenhum conteúdo, sem trabalho do autor: há blogs em que o autor apenas pretende somar seguidores a todo o custo: há outros que nos "obrigam a colocar um selinho para os publicitar... e o cúmulo do descaramento! Já me vieram pedir satisfações: onde está o selinho que eu mandei?! não o vejo no seu blog! Pura e simplesmente não respondi. E as visitas acabaram! Quanto ao Google+ não consigo entrar nem entender. Vou ao facebook, mas a minha vida não é para ser exposta. Também devo dizer que comecei tarde a trabalhar em computador e a minha sabedoria é escassa.
    Um abraço.
    M. Emília

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...