8 de mai de 2013

DECLARAÇÕES DE AFETO

                                                   
                                                    

Ouvi uma colocação interessante em um filme . Não por ser inusitada ou brilhante, mas por conter uma afirmação discutível. "O verbo gostar é utilizado quando nos manifestamos com relação às pessoas que não conseguimos amar". Será que existe uma diferenciação quantitativa e/ou qualificativa de real expressividade entre os dois sentimentos? Ou a opção por um deles depende , tão somente, do jeito particular de ser de quem conjuga o verbo?
O gostar traz uma definição de afeto, de apreciação, da mesma forma que o verbo amar, quando utilizado para uma declaração feita a alguém.

Há pessoas que não conseguem falar de amor, mas suas atitudes, sua doação, sua presença, seu carinho... o demonstram. E há os que manifestam o sentimento sem profundidade e com uma facilidade que não convence. A mesma impressão passariam se trocassem os verbos, eis que vazios de significado real.

Nos relacionamentos afetivos costuma-se cobrar frequentes declarações de amor, mesmo que elas estejam presentes em evidências que falam por si, como a opção de estar junto, de gostar da companhia, de fazer planos com inclusão de ambos, do surpreender com manifestações de afeto, do uso do verbo gostar, com verdade. O amor está nos olhos e no comprometimento explícito e verdadeiro. Não é a ausência da palavra que vai contradizer as atitudes.

É preciso valorizar os atos para não sofrermos com a ausência de um declaração, abraçando avaliações equivocadas. No verbo gostar cabe muito amor. E nem sempre o verbo amar nos chega com igual conteúdo.

                                                                               Marilene



26 comentários:

  1. Exato, Marilene. Muitas vezes um gesto vale mais do que vinte declarações. Mas tem gente que às vezes não consegue nem falar e nem demonstrar, aí fica mais complicado, mas também nem significa que a pessoa não sinta, mas sim que sente algum bloqueio.

    E nem sempre falar funciona, uma vez que o gesto costuma ser bem mais sincero. Excelente texto. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Homem tem que me tratar como princesa! Deve também ter grana!
    Nao existe homem feio, existe homem pobre! Sinceramente, não sei como tem certo tipo de mulher que fica com esses homens que só trai elas, as enchem de filho ( não pagam pensão e se pagarem não ultrapassa R$ 150,00 ) e não dão a elas nem um pirulito.
    http://comoencontrarumbompartido.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Perfeito!! De que adiantam palavras se as atitudes não são compatíveis à elas?

    Muito bem escrito e colocado! beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. É verdade... prefiro sentir o amor, ao invés de ouvir declarações, pois palavras podem ser bastante vazias; qualquer um é capaz de dizer qualquer coisa, mas o sentir é diferente. Lindo post!

    ResponderExcluir
  5. Atitudes falam mais que mil palavras, belo post.

    ResponderExcluir
  6. Marilene eu só consigo amar uma pessoa desde que eu goste dela, então o amar implica em gostar para mim.
    Será que não é assim?
    Amei seu texto, me fez pensar e muito...gosto e amo muito você querida amiga, grande beijo na alma.

    ResponderExcluir

  7. Olá mana,

    Creio que a diferença entre gostar e amar é bem sutil, mas existe. Creio que amar requer mais que gostar, pois envolve incondicionalidade e renúncia. É um sentimento mais forte. Gostamos dos amigos e amamos nossos pais e filhos. Gostamos e amamos um homem/mulher, mas este gostar/amar pode se transformar em outro sentimento, mas o amor por um filho, p. ex., nunca se esgotará. Creio que esta seria a diferença entre gostar e amar.
    Por outro lado, o amor não precisa ser expresso em palavras, embora muitos sentem uma profunda necessidade de ouvir um 'eu te amo' a todo momento. Um amor verdadeiro se revela nas atitudes daquele que ama.
    Hoje em dia as pessoas dizem que gostam ou amam com muita facilidade, banalizando o sentimento que deveria estar por trás destas palavras.

    E concordo: "No verbo gostar cabe muito amor".

    Excelente colocação.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  8. Olá!Boa noite
    Marilene
    Muito interessante seu texto, nunca havia parado para pensar diretamente neste assunto. "Seria maravilhoso se somente o amor bastasse.'', já que temos muitos imperativos em relação ao amor.E o “gostar” é apenas um dos ingredientes do bolo. Embora este esteja inserido no amar, o verdadeiro sentido do amor, o amar verdadeiramente, é muito mais do que gostar de alguém...é ter a a sensação de coração preenchido que é o que toda pessoa busca , e que se revela nas atitudes de quem ama.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Marilene, vim conhecer o seu blog e adorei.
    Obrigada por seguir e visitar o meu.
    Já estou te seguindo.
    Adorei o texto, muito interessante!
    Tenha uma ótima semana, beijos.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia, Marilene!!

    Que colocação interessante trouxeste!! Nunca tinha me questionado sobre isso...
    E o que descobri: não começamos amando as pessoas(exceto os filhos), tudo é parte de um processo, primeiro gostamos, adoramos e depois amamos. Para amar precisamos conhecer intimante.Porque é através desta troca, deste convivio que o amor cresce. Pra mim mesmo o verbo gostar não é usado levianamente...sem que hoje em dia é um pouco diferente...tudo é muito fácil e descartável...
    O gostar pra mim, cresce com os interesses comuns(alguns),com a admiração, ou seja é conquistado e vai evoluindo.
    Beijos e meu carinho!!!

    ResponderExcluir
  11. Muitas vezes um simples gesto demonstra muito mais amor do que simples palavras.
    Lindo texto amiga, e te desejo um final de semana cheio de alegrias.
    Beijinhos de luz.
    Lua

    ResponderExcluir
  12. MARILENE:Belo texto. Com certeza, atitudes mostram mais que mil palavras.Não adianta ficar só na conversa...as ações provam tudo!

    Feliz Dia das Mães.Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Estou de acordo com estes texto. Há muitas pessoas que utilizam a palavra Amor
    a propósito e a despropósito. O acto em si, a forma de agir contínua é que dá
    a dimensão do mesmo.
    Tenha um bom fim de semana.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  14. É interessante realmente como tem pessoas que apesar de sentirem um grande amor, não conseguem expressar isso em palavras, porém demonstram com gestos. O que é muito importante. Mas expressar, ou seja, reverberar isso também é importante. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  15. Mari, sabe que eu sempre fiquei me questionando sobre o "gostar" e o "amar"?
    Curioso né... Mas eu creio que devemos ser sempre verdadeiros em nossos sentimentos.
    Tem gente que diz que gosta de você e tal e de repente nunca mais vemos essa pessoa. Já outros te amam e não sabem demonstrar o quanto.

    Daí eu fico aqui me perguntando (ainda) qual a diferença. Se é que há uma diferença.
    Concluindo eu penso que o gostar deve ser maior que o amar? Ou não? Mas tenho em mim que um gesto pode definir o gostar e o amar - dois menininhos sapecas que vivem em nosso coração.

    beijos minha linda e bom findi!

    Lu

    ResponderExcluir
  16. Bom dia de sábado!!!

    Nesse final de semana comemora -se o
    dia das mães, desejo a você um momento
    especial, que toda alegria se reúna no seu
    coração junto da família
    Parabenizo por tudo, pela amizade sempre
    carinhosa ,e pelas agradáveis visita
    Deixo meu abraço bem apertadinho
    Bjuss
    Rita!!!
    ¸╭•⊰✿¸.•*✿⊱╮ღ

    ResponderExcluir
  17. Minha querida, muito bem colocada suas palavras, às vezes as atitudes dizem muito mais do verdadeiro sentimento, do que ao pronunciá-los.

    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  18. oi lindinha amiga
    Quem conhece você e convive com você
    sabe a mãe maravilhosa que você é
    e é por essa razão, minha amiga, que hoje nesta data tão especial
    eu não poderia deixar de expressar minha admiração, e render a minha homenagem
    à uma mãe tão dedicada, e uma amiga tão valorosa como você.

    Que Deus te proteja e guarde, minha amiga,
    enchendo seu caminho de luz e possibilitando
    à você a realização de todos os seus sonhos
    por mais impossíveis que pareçam.

    Ser mãe, é um privilégio, e ao mesmo tempo
    uma sublime missão, que você tem executado
    com a bravura de uma heroína.

    Feliz Dia das Mães.

    Ana

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. amiga adorei o texto, as atitudes das pessoas valem mais que palavras, o amor vazio não vale muito, as atitudes que contam, ou seria isso que deveria contar.. beijos mil, ótimo domingo e um Feliz e Abençoado Dia das Mães..

    P.S.: desculpe o comment acima, estou dando uma ajuda à uma amiga na conta dela, não vi que não estava na minha.. hehehe..

    ResponderExcluir
  21. Eu mesma era assim fazia coisas para meu marido para que ele percebesse o quanto era importante para mim, mas dizer eu te amo não conseguia até que um dia ele me disse pq vc não fala? Fiquei chocada, pensei nossa faço tanta coisa e ele ainda não percebeu? kkk
    Depois que refleti, pois ele vive me dizendo isso as vezes do nada e meu coração ferve, hoje consigo me expressar melhor, mas sei o qto é dificil mudar.
    Aproveito e desejo um feliz dia das mães a todas deste blog que o são e ati.

    ResponderExcluir
  22. Oi querida, vim lhe desejar um excelente dia das mães, beijos!!!

    ResponderExcluir
  23. Amiga Marilene

    Tenho para mim que amar, em princípio tem de ser gostar, Depois há o verbo amar, de um amor que se manifesta de uma forma diferente, mais na expressividade afetiva. Porém a entrega amorosa tem por força de ser um desenvolvimento de amizade. Quem é capaz de gostar de todo o mundo. Tem capacidade de se doar a uma só pessoa!
    Beijos de amizade

    ResponderExcluir
  24. Boa tarde, Marilene. Interessante, que eu nem lembrava de que havia colocado o seu link agora para abrir para eu comentar, quando vi, fiquei surpresa.
    Entendo o porquê!
    Fiquei arrepiada com a maneira como você desenvolveu o tema e certamente eu tinha de ler!
    Penso que percebe-se amor nas atitudes e isso é muito importante, assim, como vemos a nulidade de amor em muitas ações!
    Acredito que sabemos a diferença!
    Quanto aos verbos, geralmente queremos o verbo amar, mas sei que muitas vezes ele é empregado sem intensidade e muda ao longo do tempo nas próprias atitudes.
    Não sei se querer a companhia do outro, fazer planos, signifique amar, pode ser apenas a alegria de se estar junto, mas não necessariamente um amor apaixonado.
    Nomenclaturas confundem os sentimentos, quando estes passam por certas transformações.
    Uma questão complicada, uma vez que o amor não é sentimento formatado e cada um o sente de um modo.
    Amor deveria ser uma profundidade, um respeito iniciado com o gostar, mas muitas vezes nem um , nem outro permanecem, mesmo quando é dito pelos lábios.
    Complicados são as separações desses verbos, ainda confio no que vejo!
    Beijos na alma e fique na paz de um fim de semana abençoado!

    ResponderExcluir
  25. Não se pode gostar de tudo e de todos e nem amar tudo e todos. Concordo totalmente com o último parágrafo que resume o assunto: brilhante!
    Beijocas, amiga!

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...