19 de abr de 2013

O OUTRO FOCO

(Tela do saudoso amigo Vino Morais)

                                            (  I  )
      
Tarde cinzenta. Não havia crianças brincando na pracinha. As árvores, vez ou outra, balançavam suas folhas, como a clamar por atenção. Elas ainda estão verdes, apesar do outono haver-se instalado.
Observo as poucas pessoas que ali estão. Em um banco, a jovem, sozinha, apóia o cotovelo na perna e mantém uma das mãos no rosto, pensativa, segurando com a outra um celular. Em frente a ela, um casal lê o dividido jornal, em silêncio. Do outro lado, um homem, trajando terno escuro, olha fixamente o chão. Um rapaz, usando óculos, corre ao redor da praça e quase esbarra em mim, desligado do mundo.

Olhando, assim, tudo me pareceu triste. Aquelas pessoas levaram suas preocupações para um espaço de lazer e se envolveram com elas.

                                          ( II )

Tarde cinzenta. O ar outonal pedia um leve agasalho. As crianças ainda estão nas escolas e , por isso, não há qualquer delas ali, naquele momento. Ninguém passeia com bebês porque o tempo não favorece. Talvez já tivessem passado por lá, mais cedo, antes do sol agonizar. Uma jovem mantém a mão no rosto por apenas alguns segundos. Logo depois, está falando ao celular. Provavelmente, aguardava um contato, que já chegara. Em um banco, o casal descansava, tendo saído de casa para ler o jornal ao ar livre. Relaxavam, antes de retornar ao lar. Um homem de terno observava, no chão, as formigas que carregavam uma folha, em sua constante labuta. Estivera do Forum, logo abaixo, onde realizara uma audiência, e aguardava a carona da esposa. O jovem que corria cuidava da saúde e se mantinha distante de tudo porque estava atento à música que lhe chegava através dos fones de ouvido. 

Olhando, assim, tudo me pareceu perfeito. A praça tinha vida e oferecia prazer aos que ali podiam permanecer por alguns instantes, contemplando o que mais lhes chamasse a atenção, fossem os balanços, as árvores, os cercadinhos... a tarde de outono.

A tristeza /alegria que nos parece chegar através dos olhos, já está dentro de  nós.

                                                                              Marilene
                                                                      

23 comentários:


  1. Olá mana,

    Enquanto lia ocorreu-me o seu pensamento final. Tudo é uma questão da maneira de olhar, que, querendo ou não, modifica-se conforme o nosso estado de espírito.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  2. A Vera disse tudo, Marilene. Seus dois textos exemplificam perfeitamente a diferença do olhar de uma pessoa. Tudo depende do humor e do dia de cada um. Ou não também. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Lindo,Marilene. Nos mesmos espaços elas podem estar e bom é poder ver a alegria, a vontade de vida, não a tristeza,né? beijos,lindo fds! chica

    ResponderExcluir
  4. Que crônica bonita, Mari! Você protagonizou cenas cotidianas com toque poético e iluminou imagens na mente do leitor.
    As pessoas e os elementos em conjunção transformam as trajetórias e cada um conta sua história.

    Muito bom!

    bacios e tenha um ótimo dia
    :)

    ResponderExcluir
  5. Bom dia,Marilene!!

    É espantosso isso,né?!
    TUDO, fica diferente, dependendo do olhar!
    Que bom que tu escreves!!!Tens muito o que compartilhar, gosto muito do teu posicionamento diante da vida!( o teu e o da Vera também!rs)
    Beijos, minha amiga!! Obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Marilene
    ...cada ser tem dentro de si mesmo a capacidade de olhar ,com alegria ou tristeza, o que foi lhe oferecido gentilmente e em abundância.
    Não há sofrimento maior que não ter sensibilidade suficiente dentro de nós, para contemplar a vida.
    Bom dia de sexta feira
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Amiga Marilene

    Do texto ressalta, a olhos vistos, seres uma expêndida observadora de "tipos", o que neste teu espaço me tinha dado conta. Foste mais longe na equação. Provas, o que devemos ter como certo: não há coisas boas ou más, nós é que as fazemos!

    Beijos de amizade

    ResponderExcluir
  8. Marilene, adorei estas comparações e contrastes entre alegrias e tristezas, coisas boas e outras nem tanto. A vida é assim mesmo. Este texto foi otimo, gostarei de ler novamente este e outros parecidos que venha a escrever.

    beijos e bom final de semana

    ResponderExcluir
  9. É verdade, Marilene... como hoje, eu andava pelas ruas e apesar do tempo cinzento, do cansaço e do frio, vi tudo bonito. Tenha um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  10. Sempre dois momentos...lindo observar seu, gosto muito de fazer isso e depois escrever algo.
    Um abraço querida e parabéns pelo belo texto e pela sensibilidade constante neles, bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá Marilene :)
    Que perfeição de texto...
    Tudo depende da forma como enxergamos as situações...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. É exatamente nas mãos de Jesus que devemos nos colocar quando as coisas não vão bem.
    Se a luta está pesada, busque auxílio nele.
    Somente em Jesus encontramos a verdadeira segurança e a verdadeira paz.
    Agradeço o carinho e compreensão pela demora,
    em retribuir sua visita tão carinhosa.
    Deus abençoe seu final de semana .
    Beijos no coração e meu eterno carinho,Evanir..
    Saudades amiga espero poder continuar mesmo na colinha.

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde Marilene, a vida é uma constante evolução, com ela devemos sempre aprender... bjks e tenha uma semana iluminada,

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde, Marilene. Perfeito!!!!!!!!!!!! De onde veio essa inspiração? Eu mesma respondo,rs. Ela veio do dom que Deus te deu e você a usa magnificamente.
    As duas situações existentes são verdadeiras, vivem, reinam em tantas almas!
    O primeiro foco acontece mais do que imaginamos, muito mais!
    Uns disfarçam, não assumem a realidade em que se encontram, mas está ali. Ela é bem representada pela veracidade das ações.
    O segundo foco é o ideal, é a leveza, é a paz que todos deveríamos ter, sentir, espalhar para o mundo e nos alegrarmos com pequenas coisas, sermos apenas felizes.
    Só que a vida é feita desses dois focos, o que podemos fazer ou tentar, é vivenciarmos mais o segundo foco, pois esse faz da nossa alma mais saudável, uma vez que a vida já traz consigo tantos obstáculos que temos de vencer.
    Parabéns!
    Tenha um excelente fim de semana e beijos na alma!

    ResponderExcluir

  15. Na vida, os nossos dias vão assim decorrendo e projectamos, muitas vezes, nos outros aquilo que vive em nós, seja alegria ou tristeza, frustrações ou vontade vencer. São momentos vivenciais, os dois lados das nossas experiências e da nossa maneira de ver o mundo. Saber equilibrar, expurgando o pessimismo, seria o ideal.

    Tenha um bom fim de semana.

    Bj

    Olinda

    ResponderExcluir
  16. Adorei o blog e é claro passei a seguir !
    Sou uma blogueira nova, fiz um blog feminino, mas aceito leitores do sexo masculino. Nós, a mulherada do blog estamos a procura de um "bom partido", mas não significa que queremos dar o golpe do baú. Queremos um homem, bom, rico em caráter e que nos trate com respeito! Queremos vencer na vida e mostrar para a sociedade o nosso poder.
    Se quiser fazer uma visitinha: http://comoencontrarumbompartido.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Bom dia de domingo!!!

    Um texto muito bom cheio
    de inspirações, cada palavra
    escrita com a beleza que só vc sabe
    Eu adorei
    Deixo um abraço com carinho
    Bjuss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  18. Tá vendo como tudo é relativo?!
    Prefiro a segunda visão! Mesmo porque eu adoroooo dias cinzentos!

    Tem sorteio rolando lá no blog, não deixe de participar!: http://migre.me/eefaq
    Boa sorte e muitos beijos!

    ResponderExcluir
  19. Marilene, belíssima a crônica aqui apresentada por ti. É sempre agradável depois de um intenso dia de trabalho poder ver em leituras como essa, um grande motivo para relaxar o coração. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Querida Marilene
    como já comentei acima...vou "prosear"
    sim...quanto ao compartilhamento da Google Plus...Obrigado! Eu estava com um pouco de receio de COMPARTILHAR , porque meus Círculos estavam meio "bagunçados" e as postagens no meu Stream poderiam ser visualizadas por um público "muitooooooo" diferente,e desacostumados com a blogosfera, o que poderia causar dor de cabeça para os Autores, como já aconteceu comigo.Estou acertando isso... fiquei muito tempo sem ir lá...
    Obrigado!
    Boa semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Através do face, cheguei nessa postagem sua querida...fiquei a pensar, como nossos olhos enxergam as situações, penso eu que muitas vezes refletindo nosso interior.

    Adorei te ler aqui.

    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  22. O que está dentro de nós interfere nas nossas reações, opiniões etc. Por isso, vamos eliminar o que não é bom. Mas não é fácil, não!
    Beijocas!

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...