14 de mar de 2013

ABANDONADOS

(Gouache Paintings by Kazuki Takamatsu)

                                           
Em grupos caminham,
em grupos mendigam,
em grupos se escondem, pra se protegerem.
Nasceram de alguém, mas muitos nem sabem de quem.
Que verbos conjugam?
O amar, certamente, não é.
Alguns já tiveram um "lar", onde foram invisíveis e descartáveis. Onde
encontraram abuso e maldade.
E pelas calçadas resolveram caminhar, sem destino,pensando em uma forma de suas vidas mudarem.
Todos sonham, antes de serem abraçados pela delinquência, em
encontrar alguém que lhes dê afeto, que os proteja do frio, que os acarinhe e medique na doença. Alguém que lhes sorria com verdade e que os ajude a encontrar a infância que os dias levam, para jamais devolver.

                                                         Marilene


19 comentários:

  1. MARILENE, tudo isso é real, mas é muito triste. Você, uma laranja boa, numa sacola lotada de laranjas podres, por mais forte que você seja, acabará também apodrecendo. O que fazer para melhorar isso? Esse problema é só de nosso país ou é geral?
    Felizmente temos encontrado algumas ONGS e associassões com voluntários que tentam amenizar a situação. A solução é praticamente impossível, mas a gota no oceano que a gente tem que fazer é imprescindível e pode salvar a muitos.
    Muito boa essa postagem. Serve para cutucar empresários e voluntários de comunidades para continuarem ajudando nesse sentido.
    Achei linda a estampa da postagem. Parabéns amiga querida.
    Bjs
    Manoel

    ResponderExcluir
  2. Uma realidade que vem se banalizando no mundo inteiro, também me entristeço muito com tudo isso, mas nada, ou quase nada podemos fazer para mudar essa agressão aos desafortunados da sorte.
    Um bom dia, Marilene! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá, querida!
    Triste realidade que está por toda parte.
    Mesmo que fechemos os nossos olhos para não enxergar.
    Estão por aí passando por suas duras provas.
    Beijos, um lindo dia pra ti.

    ResponderExcluir
  4. Tristíssima realidade.
    Os candidatos a colocarem crianças no mundo deveriam ler essa reflexão e imaginar o tamanho da responsabilidade com a Humanidade.
    Lindo o poema Dra. Marilene!

    ResponderExcluir
  5. Uma triste realidade que nos remete a encara-la!
    Adoro a sua perspicácia com os assuntos tao reais nos dias decorrentes.

    PS:
    Minha querida, desculpe fugir do assunto com este meu ps básico.
    Tenho respondido alguns comentários desta forma.
    Quero agradecer o carinho e compreensão sobre a minha ausência e quero dizer também que você matou a charada redondinha! E exatamente por causa da suposta cirurgia da mamãe que estou nessa pressa toda de ajeitar as coisas aqui em casa. Mas como disse lá, não deixarei de passar nos amigos queridos. Sei que vez ou outra sobrara algum tempo para este prazer.

    Beijos carinhosos e muito obrigada!
    Até!

    ResponderExcluir
  6. Marilene

    Dás um tal valor a factos, pouco menos que incontornáveis. Se alguém abraça a delinquêcia, ela o envolverá, com a sociedade estática e sem reagir, evitando a sua proliferação. Bom espírito de observação.
    Beijos de amizade e estima

    ResponderExcluir
  7. Oi Marilene!
    Muito forte texto!
    Faz pensar e muito... recem li que a maior riqueza de todas é o amor... e que todos só buscam amor... me remeteu a isto.
    Grato pelo Poema que me deixou lá no Versos de Fogo. Fiquei emocionado.

    alguns contatos comigo: williamgaribaldi@gmail.com
    e no Face! Somos amigos no Face! ;)
    Vamos manter esta prosa!

    Bejuh de Luz

    William

    ResponderExcluir

  8. Oi mana,

    Se o nosso país, através de seus governantes, proporcionasse apoio e proteção a estas infelizes crianças, por certo muitas ainda poderiam realizar algum de seus sonhos.
    Uma realidade triste, diante da qual nos sentimos impotentes.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Marilene,
    uma terrível realidade que você colocou de forma sensível e inteligente. Parece-me uma soma de descasos, dos pais, do governo, do país em geral, e assim vidas se somam no vazio da rua, no vazio de outras vidas...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Bom dia,Marilene!!!

    É uma triste realidade,minha amiga...e podemos comprovar em qualquer esquina...
    E existem os abandonados a propria sorte, que moram com os pais! Vejo tantos por aqui! Passam o dia na rua e os pais nem imaginam(e nem se interessam?!)o que fazem!
    Beijos e meu carinho!!!!

    ResponderExcluir
  11. Marilene; parabéns! Nem toda poesia é alegre. Nem toda poesia nos faz sorrir. Essa é forte. Mas como toda poesia, nos fazendo rir ou chorar, nos abre a janela do coração para recebermos a visita de belos sentimentos para dentro de nós. Eu creio que foi isso que você nos proporcionou com esse belo texto poético. Isto é, nos abrir o coração para essa realidade. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  12. Adorei este cantinho ,voltarei mais vezes amiga,amei o que li,deixo meu carinho e afeto!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Marilene. As diversas histórias que cercam o universo infantil aparecem com frequência no ambiente escolar. Em geral, aquela criança problemática tem em casa problemas sérios, e é uma luta mantê-las na escola. Muitas optam por fugir da sua dura realidade. Um abraço!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Querida Marilene
    Emocionante
    ... futuro sombrio: jovens sem expectativas de futuro,gerados por quem já subsistia nelas, fugiram da violência no lar ou nos córregos do egoísmo, do desespero... condenados à violência implacável da lei do mais forte, presas fáceis e por vezes definitivas do vício, do crime. A resposta não está no Estado , a resposta sempre estará na família. Ainda creio que a presença de pais atentos, amorosos e educadores é fundamental para o desenvolvimento do ser humano...
    Boa noitinha
    Bom domingo
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. lindo amiga.. é triste pensar que tantas crianças estão por aí, nestas noites frias, sozinhas e desamparadas.. as crianças não pedem pra nascer, os pais que deveriam ter uma consciência maior dos seus atos, colocar filho no mundo é um compromisso para a vida toda, fazer filhos e deixar para o próximo criar parece que está virando consenso no mundo de hoje, infelizmente.. beijos mil e ótimo domingo amiga..

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde Marillene, adorei sua visita seja sempre bem-vinda, desejo uma semana iluminada... bjks

    ResponderExcluir
  17. Forte palavras... versos repleto de verdades doloridas. BJus querida, lindo blog e ótimo conteúdo. Bjus.
    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras


    ResponderExcluir
  18. A emoção se apoderou de mim, hoje estou sensível, talvez seja pela entrada do Outono,
    que sempre meche comigo.
    Seu texto é incrível e verdadeiro...bjs no coração

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...