7 de mai de 2012

FOBIAS

(Vladimir Kush )

                                               
Quem tem uma fobia sabe o que esse medo patológico pode causar. E ele parece até ridículo para os que não o alimentam. Sofro desse mal (rss). Tenho PAVOR de aranhas. Quando olho para o passado, vejo que ele sempre existiu pois sequer posso imaginar a situação que o causou. Já corri pelas ruas, fugindo de crianças que me ameaçavam com elas. Já fiquei toda a  noite acordada porque havia uma no cantinho do teto. Já passei por enorme susto quando um sobrinho, conhecendo esse medo, me jogou uma de plástico e me deixou desnorteada, merecendo repreensão feroz por parte de minha família. 

Sábado, quando me dirigia ao carro, na garagem, quase esbarrei em uma teia, onde sua "residente" encontrava-se totalmente visível. Automaticamente, me encolhi, sentindo arrepios. Não havia como sair, pois a horrorosa ocupava espaço ao lado de meu veículo. Fui até o porteiro e, ainda me encolhendo, contei a ele o fato. Tenho ciência de que são proibidos de sair de seu espaço para ajudar moradores do condomínio. E eu não sabia o que fazer. Ele, então, se lembrou que o jardineiro ainda estava por lá e me sugeriu que o procurasse. E o fiz.

-Senhor Geraldo? perguntei a um homem que não conhecia.
-Sim, respondeu.
Expliquei a situação e se dispôs a me acompanhar até a garagem.
-Vai precisar de uma vassoura, expliquei, ainda apavorada.
Chamou seu ajudante e ambos me acompanharam. Percebendo meu desconforto, sugeriu que eu explicasse quais eram minhas vagas e aguardasse no térreo.
-Não posso. Se não vir que a tiraram de lá e a mataram, não conseguirei entrar no carro.
Ele riu , afirmando que fobias faziam isso mesmo.

Quando lá chegamos, percebi que estavam me achando ridícula, pois não se tratava de uma enorme aranha, capaz de causar alvoroço. Para mim, independe o tamanho dela. O medo é o mesmo.
Com a vassoura, ele enrolou a teia, enquanto eu ficava falando:
-Tem que matá-la! Será que não caiu? Olhe, por favor, pois ela pode voltar!
Os dois homens me garantiram que não e, pelo portão da garagem, foram embora com a vassoura.
Agradeci, mas ainda estava com medo de passar pelo local. Entrei rapidamente no carro e tranquei tudo. Quando voltei, deixei os faróis acesos e fiquei, por um tempo, olhando para fora da janela, com receio  que ela, ou alguma outra, estivessem por lá. Sei que, por um bom tempo, vou fitar o teto e as pilastras, vigiando, antes de me aproximar do carro.

Que loucura!
Só fazendo uma regressão (hehehehehe) !!!!

                                                   (Marilene)


13 comentários:

  1. Risos...
    Entendo teu lado perfeitamente Marilene.
    Tenho fobia de elevador já pensou? Não tem que me faça entrar sozinha em um.Risos...

    Beijo querida.

    ResponderExcluir
  2. Oi Marilene!
    As fobias podem afetar bastante a vida de uma pessoa. Tenho uma sobrinha que mora em Minas que vem de ônibus por medo de avião. No dia de meu aniversário meu cunhado subiu os 25 andares onde moro para chegar até meu ap no 25º andar por medo de elevador. É mesmo muito assustador, compreendo seu temor.
    beijinhos e uma feliz semana!

    ResponderExcluir
  3. OI MANA,

    Posso imaginar seu estado de pânico. Se fosse uma barata ... (Socorro!!!!).

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Amiga é sério viu! Desejo que vc nunca mais volte a encontrar uma pela sua frente ou então que enfrente e vença esse medo...
    Agora posso rir só um pouquinho também...kkkkk. Não é por mal não tá amiga, eu rio até de mim mesma, às vezes..kk

    Beijos e boa semana!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode rir à vontade, querida! Eu entendo a situação, só que é incontrolável meu medo. (hehehehehe). Bjs.

      Excluir
  5. Marilene

    Uma fobia não será caso para sorrir, mas o caso está contado a um ritmo, que ilustra bem o que sentiste, que li o texto com um jeito de sorriso. Me perdoa mas medos ou fobias me fazem um misto de confusão e sorriso e do modo interessante como descreves o caso!...
    Beijss

    ResponderExcluir
  6. Marilene

    Acabei de ler o teu comentário no TOP SECRET, e que com a mudança do Blogspt, no meu segundo PC, passei a ter de usar conta e nome diferente. Nota-se na falta e foto, como nos comentários de hoje está a acontecer. No entanto, não tem havido dificuldades - Perdão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Marilene

    Fazendo melhor a pesquiza, tavez tenha errado, portanto no portátil o blog, se não o conseguir concertar, como está serve apenas de arquivo. Passo sá a utulizar o pc de secretária, para qualquer acto visto que também deixei de poder postar nele.
    Perdão, mais uma vez e beijos

    ResponderExcluir
  8. É... minha querida, fazer o que não é? Há de se respeitar cada um com os seus medos. Porque só quem os sente que sabe.
    Beijinhos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  9. Marilene

    Peço perdão novo...experiência,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupe, Daniel. Só avisei você porque outras pessoas poderiam vir a ter dificuldade de acesso aos seus blogs. Bjs.

      Excluir
  10. Obrigado Marilene, tinha mesmo errado! Não descansei e deu, precisava. Daniel Costa é o meu nome, milagre o do blog.
    Beijos de amizade

    ResponderExcluir
  11. Sim, o abismo pode estar logo ali...
    tão perto que um passo em falso nos empurra
    no turbilhão dos nossos medos.

    ruim demais isso...

    beijo

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...