24 de abr de 2012

CONHECE O CIRURGIÃO ?

                                                            
Estamos sempre abrindo nosso leque de conhecimentos, o que nos traz inúmeras surpresas, muitas das quais extremamente desagradáveis. Até bem pouco tempo, o único dublê que conhecia era aquele que substituía atores em cenas perigosas. Depois, fui informada de nova espécie deles, os que se apresentavam em certos locais para driblar fotógrafos e fãs de cantores e outras personalidades do mundo artístico. Em sequência, soube que procurados e temidos homens, como Saddam Hussein e Osama Bin Laden, também usavam desse artifício para se protegerem.

Esses dublês, porém, não interferem, diretamente, em nossas vidas. Atualmente, no entanto, um outro me assustou, o dublê de médico. Confesso que não poderia imaginar a existência de tal "personagem".  Procuramos um profissional reconhecido, pesquisamos se ele possui habilitação legal para fazer determinadas cirurgias e nos entregamos a seus cuidados, muitas vezes, arcando com ônus adicionais. E quem realiza a operação??? Um dublê. E a entidade representativa afirma não haver problema ético nesse comportamento, desde que o paciente seja informado. Será que o paciente, depois da escolha, aceitaria uma troca dessas? Por certo, ela é feita sem o seu conhecimento.

Não consigo atribuir normalidade a esse tipo de conduta. Se o médico não tem competência para realizar uma cirurgia, vai adquirir reputação às custas do trabalho de outro que só o faz por interesse financeiro. Em meu entendimento, ambos agem sem ética.  Desse jeito, vamos ter que contratar um médico de nossa confiança, só para assistir o procedimento, de forma a atestar que a cirurgia foi realizada por quem esperávamos.


                                                                          Marilene

12 comentários:

  1. Oi, grande amiga Marilene!
    Concordo plenamente com sua opinião: ora, se o médico original já é um profissional duvidável, agora imagine seu substituto semelhante!
    Além de antiético, é também um desrespeito e ilegal.
    Com a vida não se brinca assim.
    Quero saber se o próprio médico concordaria de ser tratado também por um dublê pagando o preço de um verdadeiro.

    Sábio texto, amiga!

    Abraços do amigo de sempre!

    ResponderExcluir
  2. Marilene,
    A que ponto chegamos, não é? Em nenhuma profissão poderia acontecer isso, mas especificamente na área da saúde, onde o profissional cuida de vidas, é gravíssimo!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Marilene
    É, minha amiga, isso acontece frequentemente. E não só com cirurgião.
    Vc marca consulta para um médico afamado, e acaba sendo atendida por um assistente.
    A mim aconteceu-me com um nutricionista. Trata-se de um médico muito famoso que, dizem, faz verdadeiros milagres. Marquei consulta para três ou quatro meses depois (não podia ser mais cedo... a clientela é muita). Por fim, fui atendida por um assistente. Quando eu disse que não tinha marcado consulta para o assistente mas sim para p dr.X..., responderam-me que sua excelência não se encontrava no país. Vim-me embora e não tentei nova consulta.
    É o mundo em que vivemos, meio mundo querendo enganar outro meio...

    Semana feliz. Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oi Marilene!
    Pensei ingenuamente que já tinhavisto de tudo, mas me enganei, não conhecia esta prática e estou horrorizada. Se os titulares já não são lá grande coisa imagine o dublê. Isto é no minimo assustador.
    Beijinhos e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  5. Nossa! Digo o mesmo que a Valéria, não conhecia esta prática!
    Se acontecer isso comigo, juro que dou volta. Mas nem sonhar...

    Um beijo pra você.

    ResponderExcluir
  6. Marilene que perigo!! E eu estou boba com essa novidade agora. Jesus Cristo era só o que faltava!!!! Onde vamos parar neste despenhadeiro insano de valores éticos morais.....

    Beijos amiga e boa noite!!

    ResponderExcluir
  7. Marilene

    Estamos sempre aprender, basta ler, mesmo na blogsfera. De doublés de que falas, sabia, menos de histórias de doublés cirurgiões. De facto, neses casos, é necessário a denúncia de total falta de ética.
    Baijos

    ResponderExcluir
  8. Minha amiga, eu fico pasma com isso.
    Teu texto está muito reflexivo.
    Bom te ler.

    Beijos amada

    ResponderExcluir
  9. OI MANA,

    Que absurdo, não?
    Uma prática inadmissível, sem dúvida!
    Além de anti-ético ainda representa um perigo para a vida de quem se sujeita a ser
    atendido por tais dublês.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Nossa Marilene, não sabia que isso podia acontecer. Penso que se a pessoa tratou com um profissional é porque confia nele e não em algum outro que este médico confie. Não acho isso certo.
    Beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  11. Podemos prometer atos,
    mas não podemos prometer sentimentos...
    Atos são pássaros engaiolados,
    sentimentos são pássaros em vôo.
    (Rubem Alves)
    Pedindo desculpas pelo meu afastamente
    nas visitas infelizmente foram alguns dias de muita
    tenssão.
    Eu aprendo todos dias, me espelho em outras
    pessoas: Não dá pra fraquejar, quem é guerreiro
    jamais entrega a Luta..
    Deus abençoe grandemente seu final de semana beijos
    no seu doce coração.
    Evanir..

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...