24 de fev de 2012

ESFORÇO NÃO GANHA TROFÉU


Costumamos ouvir algumas colocações, seja na tv, em filmes, ditas por alguém conhecido ou não, que nos fazem refletir. Hoje me fixei na seguinte frase: " esforço não ganha troféu" . Que falta de sensibilidade!

Se as crianças seguirem esse entendimento, serão eternas insatisfeitas. Nem sempre a vitória surge, automaticamente, como consequência de empenho e esforço. Mas não se pode dizer que o caminho percorrido foi inválido. O prêmio pode não chegar na forma de um troféu. A competição, no entanto, proporcionará participação, engajamento, criará vínculos e crescimento. Sem dedicação não se alcança qualquer objetivo. A vitória pode não estar na chegada, mas no trajeto. Aqueles que são criados, tão somente, para vencer, viverão estressados e sem prazer. Não se conformarão em subir ao pódio por um segundo ou terceiro lugar. Não se sentirão vitoriosos, mesmo que tenham ultrapassado todos os seus limites, para estar lá. Podemos observar que, nem sempre, os melhores profissionais, os mais aplaudidos artistas, os exemplos de vida... são os que obtiveram as melhores notas, estudaram nos melhores colégios, receberam constante apoio. Chegaram ao pódio porque se esforçaram  e adquiriram sapiência para lidar com deslizes, infortúnios... tirando proveito de todas as suas experiências.

                                                                                                                    
O esforço , por si só, não ganha troféu, mas, em meu entender, já é um troféu, porque dele resultará, certamente, a sabedoria necessária para se lidar com vitórias e derrotas. E quem alcança esse estágio será sempre um vencedor.

                                                   ( Marilene)


(Imagens retiradas da internet. Se estiver a ferir direitos, solicito seja avisada, para imediata regularização.)

15 comentários:

  1. Oi, amiga Marilene!
    Seu ensaio contém uma sábia opinião.
    Realmente aprendemos mais com as derrotas do que com as vitórias.
    O pódio é feito somente para um e as vicissitudes da vida nos ensinam que há dias que se ganha e dias que se perde, porém, como você bem assevera, o troféu não é só material; a experiência e a aprendizagem são bens valorosas para nossos vidas e que com isso possibilitará uma conquista futura. O término de uma competição não divide os participantes em derrotados e vitoriosos, pois todos deveras ganharam algo, mesmo que alguns tenham ganhado um pouco mais que outros.

    Parabéns pela exímia percepção!

    Abraços do amigo de sempre!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada pelas palavras gentis e carinhosas!A festa dos 800 já começou! Só falta você! Vem! Uma sexta-feira abençoada e um final de semana iluminado! Grande e fraterno abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
    http://www.dihitt.com.br/elaineaverbuch
    http://twitter.com/@elaineaverbuch

    ResponderExcluir
  3. Bom dia,Marilene!!

    Que texto mais oportuno!!!Ouvi estes dias uma frase semelhante e fiquei boquiaberta!!
    Mas como???!! Nem sempre vencer é o melhor...o mais importante é saber que deu o seu melhor, que cresceu com o esforço e perceber que sempre podemos melhorar!Por vezes encontraremos pessoas mais preparadas,e temos que aceitar.Saber perder também é importante, senão jamais seremos bons vencedores!O que não quer dizer que devemos gostar de perder,mas na verdade ganhar ou perder fazem parte da vida, e ambos são saudáveis. É a maneira como lidamos com eles que fazem toda a diferença...
    E concordo plenamente com você!O esforço é um trofeu! Pior é aqueles que desistem sem nem mesmo tentarem...
    Beijos poetisa!!!Bom final de semana!!!!Até segunda!!

    ResponderExcluir
  4. Marilene, bom dia!
    E quanta sabedoria encontramos nas pessoas mais velhas, que muitas vezes nem estudo tiveram, quantas e quantas vezes lembramos das palavras dos nossos pais e concluimos da sua razão e sabedoria! Sem esforço, dedicação não chegamos a lugar algum, nem sempre chegaremos onde desejamos, mas ao menos tentamos, e algo aprendemos, e outros caminhos trilharemos. Muito bom seu texto, uma excelente reflexão para nossos dias, um forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. Sabe Marilene? Esse texto é precioso, teu coração o é também.
    Incentivo belo aqueles que carecem deles.E creia minha amiga querida, há tantos carecendo.O esforço é um presente tão bonito, ele nos faz ir onde ninguém acredita que possamos.Porque além de ser algo que tu queres muito, carrega um sentimento tão maior.Pode até,"não ganhar troféus" mas aquele que realmente tem motivos para ir muito longe, e consegue é um vencedor.
    É fácil vencer sem esforço, para aqueles que já ganham tudo pronto.Mas essa vitória é sem sabor.O que tempera nossas conquistas, é o esforço em obtê-las.
    Amei amada.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, querida amiga
    Acho seu texto muito interessante e pertinente. Pessoalmente tenho conhecimento de casos de jovens que só aspiram ao primeiro lugar por uma questão de orgulho próprio, e ficam destroçados todas as vezes que não o alcançam.
    Esses jovens precisam aprender que o esforço por si só já é um bom prémio, e, acima de tudo, a consciência de se ter dado o melhor de si mesmo, independente do resultado que se obtenha.
    Merece reflexão.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Marilene, quantos gênios ao da história se destacaram na humanidade e nunca estudaram em grandes escolas e nem se quer receberam troféu algum. Belíssima abordagem minha amiga. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, Marilene. O texto é muito interessante, e na minha opinião, o só participar já é muito bom, desde que haja dedicação, amor e afinco.
    Concordo que nem sempre se ganha, e não devemos ter esse tipo de pensamento, pois faz com que aparentemos que somos melhores do que outras pessoas, e isso não condiz com a realidade. Portanto,se chegarmos em quinto, quarto, terceiro, segundo ou seja em que posição for, apenas serve de estímulo para melhorarmos cada vez mais, e isso faz parte, e é puramente natural e saudável, pois demonstra que não nos acomodamos e nem nos sentimos superiores aos colegas concorrentes.
    Creio que cada um tem o seu espaço, o seu talento, e principalmente a sua hora.
    Um beijo, e fique na paz.

    ResponderExcluir
  9. MARILENE, amiga querida. Esta foi a frase mais infeliz que eu ouvi. Infelizmente estamos nos contaminando com isso. Eu acho que a criação desta mentalidade tem um pouco de responsabilidade nossa. Perceba que paramos de dar atenção, numa competição ou campeonato, aos segundos, terceiros, ... ,décimos colocados. Só enxergamos o primeiro colocado. Essa atitude nos leva (aos nossos filhos também) ao desânimo e depressão quando não somos o primeiro colocado, e nos mantém sempre estressados quando somos os vencedores.
    Quando vencedores, não pensamos em outra coisa senão temer por perdermos o "pódio". Temos ainda que superar a nossa marca.
    Muito ruim tudo isso, não é?
    Como não somos todos iguais, temos facilidade para uma coisa e dificuldade para outras. Aí entra o esforço, mas um esforço normal. Quando se fala em superar-se, é muito perigoso. O "superar-se" tem efeitos colaterais. Pode ser que aconteça uma única vez. Depois as consequências anulam sua pessoa, já acostumada ao sucesso.
    A vida é sempre cheia de competições. Umas reais e outras criadas por nós mesmos. São os nossos desafios. É interessante que haja a competição e dela possamos tirar grandes experiências de vida, de convivência com nossos limites, de compreensão para com os limites de terceiros, de sentido de participação em grupo, de obediência de regras, e tudo o mais.
    Nada mais saudável do que aprender competindo e a cada esforço ir conseguindo seus objetivos.
    Como sempre muito interessante sua postagem.
    Bjos.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  10. Marilene

    Devemos, sim, rótular de falta de sensibilidade, quem pronunciou a frase. O esforço vale sempre! Se por um lado é importante com vista a um equilibrio mental e físico próprio, por outro, se competitivo valorisa o feito dos ganhadores.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Só com esforço se ganham troféus.
    Esta deveria ser a frase.
    Claro que o esforço muitas vezes não é o suficiente, mas é sempre necessário.
    Sem esforço, não ganhamos nem a feijões...
    Marilene, querida amiga, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. OI MANA,

    Muito bem colocado. Quem disse esta frase não raciocinou, com certeza.
    Acredito que somente se ganha troféu com esforço. E ainda que assim não
    fosse, todo esforço tem seu mérito e traz grande retorno àquele que o emprega com o objetivo de alcançar suas metas.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Vocês foram todos muito especiais, manifestando-se sobre a postagem. Obrigada pela presença e pelo carinho. Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Marilene querida muitas vezes o processo é mais importante que apenas um resultado final. Concordo contigo!!!!

    Beijos!!

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...