25 de jan de 2012

O DIÁLOGO

                                                               
Ouvi, entre personagens de um filme, ontem,  um diálogo que me chamou a atenção. Tratava-se de tomada de decisão, em âmbito empresarial , onde estavam em jogo os interesses de poderosos e de indefesos . 
"-Tem certeza de que é essa a melhor opção?", perguntou um dos diretores. E o outro, pensativo, respondeu:  "-Para quem?" .  

O enfoque me provocou reflexões. Dois lados são comumente atingidos por qualquer atitude que se tome na vida. Envolvidos em interesses pessoais,  analisamos seus efeitos em nosso mundo particular, ou até mesmo individual. Mas os respingos, ou a tempestade, poderão recair, impiedosamente, sobre os demais, sejam próximos ou distantes. 


Vemos isso na política, nas empresas, na sociedade, no âmbito familiar. Cuidar dos próprios interesses é uma necessidade, mas não se pode esquecer os dos outros. Não se trata, apenas, de respeitar limites, mas de utilizar a ética , a generosidade, a sabedoria... e o respeito ao próximo.


(Imagem retirada da internet. Se estiver a ferir direitos, gentileza avisar, para imediata regularização.)

16 comentários:

  1. Marilene concordo 100%.
    Acho que são valores que andam faltando no mercado. E muito.
    Beijinho

    Lucia

    ResponderExcluir
  2. Oi Marilene!!!

    Dois pesos, duas medidas, nao é? Tb pensei sobre essa pergunta sabiamente ponderada! Melhor decisao, mas... para quem? Nao é verdade tb que a justica é cega? Essa pergunta que vc ouviu no filme, diz muita coisa!!!

    Bom final de semana,

    Beijoka!!

    ResponderExcluir
  3. Pensar individualmente quando o interesse é coletivo, não faz nenhum sentido. Marilene, um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  4. Marilene

    Todos deveriam ter em conta que as políticas empresariais ou não, só são boas se tiverem em conta o bem social.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os interesses de poucos estão sempre à frente do bem comum. Bjs.

      Excluir
  5. bonjour depuis la France
    j'ai grandement apprecier ta visite sur mon blog et surtout ton commentaire.
    Une fois n'est pas coutume, je viens sur les blogs, en ce dimanche.
    Apres ce matin avoir fait une tres longue promenade dans la nature toute blanche de neige.
    Air pur, et un peu de froid ne font pas de mal.
    Je vois que ton blog se trouve toujours aussi beau, je dirais que c'est un peu le reflet de nous meme, et c'est cela qui est important, cette petite evasion.
    je vais te souhaiter un excellent dimanche
    bisous
    amicalement
    Chris

    et ma petite image du jour, je ne l'oublie pas
    http://nsm01.casimages.com/img/2009/03/31/090331034551505743404054.jpg

    ResponderExcluir
  6. Como seria importante se todos os interesses, indistintamente, pudessem ser levados em consideração! Sabemos, no entanto, que não é assim que acontece. Os favorecidos são sempre os que detêm maior poder ou projeção.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Marilene,
    Muito importante sua análise dos personagens do filme, e do assunto em questão. O que adianta ser inteligente, e não usá-la para o bem? Ser uma pessoa importante, influente e não ter sensibilidade, solidariedade? Gosto muito dos seus textos, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querida! Uma alegria recebê-la nesse canto. Bjs.

      Excluir
  8. A maioria nem pensa sobre isso, quanto mais refletir...Excelente segunda-feira! Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Vc é um encanto! Muito obrigada pelo carinho! Ótima 2ªF! Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Ética e generosidade na política?
    Acho que nem com um milagre...
    Boa semana, querida amiga.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe um dia, Nilson! São todos seres humanos e o importante é escolhermos bem a quem vamos dar o poder de decidir. Bjs.

      Excluir
  11. Concordo plenamente! A tomada de decisões pode ferir gravemente um lado, não havendo como estancar o sangue. Logo, se todos fossem solidários uns com os outros, a humanidade estaria bem melhor, as relações profissionais também, pois buscaria-se uma solução que pudesse favorecer a todos, ou pelo menos, não causar estragos irreparáveis. Tudo é uma questão de bom senso!
    Amor no coração é fundamental existir, não somente por si e pelos seus, mas num todo.
    Quem não consegue amar ao próximo, pensar nele, e mudar de lugar, é uma pessoa que precisa urgentemente rever os seus valores!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...