8 de dez de 2011

FIM DE ANO




Estamos na época do ano em que deveríamos fazer um balanço consciente de nossas atitudes, do que realizamos e das oportunidades que perdemos, nos omitindo diante de situações que pediam palavras.
Todos correm, preparando viagens e fazendo compras. Esbarrões, empurrões, trânsito ruim, impaciência, discussões sem necessidade. Até na escolha de um presente pode haver desarmonia entre famílias.
Tudo isso nos faz, em momentos de silêncio, voltar nossos pensamentos para o real sentido do Natal e para o que estamos a fazer e/ou observar.

O mundo caminha aos tropeções, vemos desestruturação, lutas, fome e muita, muita ambição. Isso combina com Natal? Independente da fé que cada ser humano possa professar, a vida nos chama a reflexões que nada têm a ver com religião. E até mesmo com um final de ano, que entendo ser, tão somente, uma sequência de dias que recomeça, na contagem.  


Costumamos atribuir a outros, a governantes, a chefes, a representantes de comunidades... a responsabilidade pelo que apontamos como incorreto.  Mas são eles pessoas como nós, sujeitas a acertos e erros. Os erros, podemos cobrar sejam corrigidos, porque os colocamos nas posições em que se encontram. O mundo, porém, não muda pelas opções, nem sempre louváveis, desses representantes. Essa responsabilidade não se encontra nas mãos de poucos. Cada um de nós tem uma parcela a desenvolver, dentro de nós (assumindo essa condição), dentro de nossa família, junto a amigos e colegas de trabalho, na sociedade.

Talvez devamos aproveitar essa época em que a sensibilidade costuma aflorar, para mudar o modo de olhar a vida, trocar o foco, objetivando desejar a todos, com paz no coração, um FELIZ NATAL.  

Imagens retiradas da internet. Se, inadvertidamente, estiver a ferir direitos, solicito seja avisada, para imediata regularização)                                                                                                                                                            

17 comentários:

  1. Eu vim para o interior nesse fim de ano, entre outros motivos para alcançar uma boa dose de sossego. Saio hoje, chego ao supermercado e tenho que sair correndo de lá. O estacionamento é fechado e apertado. Deu uma grande briga por causa de uma vaga, começaram a aparecer armas e eu fiquei ali, no meio da iminência de um fogo cerrado. Tive que me abaixar dentro do carro até a "poeira abaixar" e a segurança aparecer. O espírito natalino, os balanços em busca das as amenidades e gentilezas, nada disso ainda não se instalou na atmosfera daqui. rsrs.

    Mas o meu espírito é de paz o ano inteiro. Desejo a você e toda a famíia também um ótimo natal e uma virada cheia de boas energias e alegrias. Muitaa paz e bem.

    ResponderExcluir
  2. MARILENE, na minha opinião sua postagem foi completa. Da mesma forma que enxergamos sempre os erros de autoridades ou outras pessoas devemos urgentemente corrigir os nossos (com prioridade). Sempre ouvimos falar que se cada um proceder de forma correta, o mundo se tornará quase que ideal.
    A prática disso é que inexiste.
    Será que consigo abrir mão de meus interesses por um interesse coletivo?
    Vamos ao silêncio para refletirmos, porque...
    É no silêncio que escutamos o coração.
    Beijo carinhoso de Feliz Natal.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  3. Nada a acrescentar, aqui está tudo escrito.
    Gostei do texto, mas gostei tanto que li, reli, e fiquei maravilhada!
    Só posso pedir a Deus que receba como uma oração tuas palavras.

    Beijo amada

    ResponderExcluir
  4. Excelente Marilene!!
    Uma postura que é a mais pura realidade do tempo. Tempo do Advento é tempo de reflexão e é exatamente quando o ser humano está descentrado, correndo, passando batido.....
    És muito consciente em suas críticas!! Eu admiro!
    Beijos amiga!

    ResponderExcluir
  5. Marilene

    Não há necessidade de mais dizer.
    Beijo e um natal iluminado para toda a sua família e especial beijo para você minha amiga.

    Lucia

    ResponderExcluir
  6. tb acho super essencial refletir nas nossas açoes nesse fim de ano! todos temos responsabilidade pela sociedade na qual vivemos!
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Marilene!
    Excelente reflexão!
    Buscar a harmonia é fundaental e o mínimo que poderemos promover neste período inspirador de tãos belos sentimentos!
    Beijinhos e um super fds!

    ResponderExcluir
  8. Minha avó costumava dizer que quando apontamos o erro de alguém com o dedo, nossos outros quatro dedos apontam em direção a nós e aos nossos erros. Não podemos ser palmatória do mundo e um momento de reflexão cai bem de vez em quando.

    ResponderExcluir
  9. ...o maior perigo* de Dezembro é ser pisoteada no shopping...
    #medo

    Feliz Natal!!!

    ResponderExcluir
  10. Pois é minha querida Marilene, nas suas palavras sábias, inteligentes e oportunas como sempre podemos concluir que o ser humano que busca por mudanças no comportamento do mundo, precisa antes de tudo, buscar fazer essa mudança a partir dele mesmo, ou seja, a mudança está em nós, dentro de nós e não no mundo, puro e simplesmente. Essa época do ano, como muito bem disse, é uma época propicia para buscarmos por essa mudança. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  11. Oi Marilene!!
    Achei seu texto 100%!! Ainda ontem estava converrsando sobre isso com meu marido... agora é hora de gastar, encher nossos familiares de coisas que eles na precisam, ganhar coisas que nao precisamos, estimular o comercio com nossas compras inuteis, lotar lojas, ruas... enqto parte do mundo ainda passa fome, e nós, sentados em nossos tronos, continuamos procurando e achando culpados para toda essa desgraceira... sei la, tem algo de errado aqui. A atitude que tanto cobramos, deveria comecar por nôs mesmos...


    Bom final de semana, beijoka!!

    ResponderExcluir
  12. Tudo começa em nós. Se todos formos melhores, os que nos governam também o serão.
    Tem um Feliz Natal.
    Um beijo, querida amiga Marilene.

    ResponderExcluir
  13. Bom dia Querida!

    Parabéns belo texto!

    SENSACIONAL

    o correto seria em minha opinião é fazer uma reflexão mensalmente,jogar fora sentimentos negativos,olhar com respeito os outros mais infelizmente muito de nos ,por falta de atenção ou até mesmos mesquinharia deixamos de lado
    valores importante para uma bom conviveu.
    adorei o poster!
    um abraço carinhoso!

    ResponderExcluir
  14. Por que esperar até dezembro para fazer tal balanço? Por que só em dezembro esquecemos as diferenças e confraternizamos? Espírito natalino? É a essencia de Jesus emanando dos céus como um chuva de outono?

    Jesus, vivo e ressucitado, nos aguarda todos os dias, todo momento, todo segundo. Ainda é tempo, digo a mim mesma. Ainda é tempo de ser melhor, de construir um mundo melhor. Ainda é tempo de dizer NÃO à guerra, à fome, à promisquidade, à maldade, à descrença... ainda é tempo.

    Texto perfeito como sempre.

    bjsss

    ResponderExcluir
  15. Olá MANA,
    Sempre considerei que todos temos responsabilidades diante das mudanças que o mundo requer. Muitas mudanças começam a partir de nós e vão automaticamente se estendendo ao próximo.
    Trata-se daquela velha e conhecida filosofia: a cada um compete fazer a sua parte. Ficar apenas criticando ou esperando por um milagre é comodismo.
    Que o espírito natalino nos conduza a uma profunda reflexão , levando-nos, desde já, a iniciar esta tão desejada mudança.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Marilene. Tudo bom?

    Primeiro, muito obrigado por sua visita e comentário em meu blog e pelas gentis palavras também no blog da Cissa. Bom que tenha gostado do resultado da nossa parceria! :) Muito obrigado mesmo!

    Interessante eu chegar aqui e encontrar este trecho: "Costumamos atribuir a outros, a governantes, a chefes, a representantes de comunidades... a responsabilidade pelo que apontamos como incorreto." Eu comentava algo bem parecido esta semana com um colega e dizia exatamente isso: cobramos demais de nossos políticos ( evidente que devem ser cobrados), mas e a nossa parte, o que fazemos como cidadãos? Queremos, e é mais do que justo, direitos respeitados, mas respeitamos os nossos deveres para com a sociedade, a família, as pessoas?

    No dia a dia acompanhamos isso muito facilmente...e o Natal, que deveria ser reflexão para estes momentos, acaba sendo uma data consumista. Não é à toa que muitas pessoas ficam melancólicas, deprimidas neste período do ano.

    Beijo e bom domingo! :)

    ResponderExcluir
  17. Gostei.Acho que cada um de nós precisa fazer sua parte pra que o mundo mude e melhore.Nesta época do ano não podemos esquecer o principal motivo de comemorar o Natal.Obrigada por sua gentil visita!Bjocas!

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...