17 de nov de 2011

MERA REFLEXÃO




Mesmo tendo sabedoria para identificar caminhos, nós nos perdemos. Deixamos que nossos olhos se encantem com a beleza das cores, que nossos ouvidos se deixem levar por falácias de amor, que nossa intuição repouse nos braços da ignorância. Somos falíveis. Somos mortais.

                                                           (Marilene)

13 comentários:

  1. Marilene

    Ainda bem que nos perdemos e aprendemos.
    Somos humanos, mortais e eternos aprendizes.
    Beijinho

    Lucia

    ResponderExcluir
  2. Amiga, juro que li a continuação do texto, aquilo que tu pensaste escrever, mas não fizeste para que texto permanecesse enxuto, então, ... somos mortais, somos travessia, somos esperança, somos o elo de muitas vidas...
    Desculpe-me a intromissão.
    Um grande abraço. Tenhas um lindo dia.

    ResponderExcluir
  3. Como dizia Shakespeare: Há mais mistérios entre o céu e a terra do que pode supor nossa vã filosofia!

    ResponderExcluir
  4. Querida Mari, tem muito mais a ler e refletir do que nos mostrou com maestria em tuas palavras.

    Texto sujeito a releitura para curtir cada reflexão que ele provoca.

    ... somos sal, lágrimas, sorriso e afeto. (mortais na pegadas que deixamos e que nos tornam um pouco eternos) .

    Obrigada pelo carinho que deixou em meu blog na festa do meu niver! Lindeza!!

    bacios caríssima! =D

    ResponderExcluir
  5. "Falácias do amor"... É a(dura) realidade.

    ResponderExcluir
  6. Marilene

    Por muito a imaginação nos ocorra, há que ter em conta a nossa fragilidade se simples mortais
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Marilene!
    Sábias palavras! Nos deixamos envolver pelo desconhecido e perdemos nosso rumo, mas podemos ver a luz e voltar ao caminho. Temos salvação!rss
    Bijinhos!

    ResponderExcluir
  8. MARILENE, a importância da sua postagem, apesar de "Mera Reflexão", é muito grande. Em poucas palavras você justificou o porque de estarmos sempre aprendendo mais e, é claro, sempre estudando mais. Para não ficarmos estupefatos com as aparências e nos desvencilharmos da essência.
    Muito boa a sua postagem.
    Beijo no coração.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Sábia frase, MANA.
    Somos eternos errantes e aprendizes. Enquanto humanos, vamos nos equivocar, mas também vamos aprender e crescer. Com os erros, vamos construindo uma observação mais cautelosa e passamos a valorizar menos as aparências. Retornamos à nossa essência.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. POis é amiga. É isso que nos faz especiais e nos dá a oportunidade de levantar com esforços próprios e alcançar os louros da vitória.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Eu digo: ainda bem que seja assim. Pelo menos para os que buscam constante aprendizado, estas contradições fazem crescer. Aqui mesmo na sua excelente reflexão você me deixou mais ligado a estas derrapadas que nos oferecem os caminhos aparentemente desimpedidos. Abraços, Marilene. Paz e bem.

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...