29 de set de 2011

VERDADE ABSOLUTA


                                                             

Há, sempre, duas verdades. A nossa e  a de nosso "oponente". Essa diversificação é que torna a vida mais saborosa.  Não reside aí uma necessidade de imposição de vontade, de convencimento. Mas uma oportunidade de um diálogo saudável, de se passar momentos agradáveis discorrendo sobre nossos pensamentos, uma possibilidade de abertura de horizontes para ambas as partes.

Infelizmente, não é o que, na maioria das vezes, acontece. O ser humano tem dificuldade para lidar com as diferenças. E nem me refiro àquelas inaceitáveis e criminalmente tipificadas, mas às simples, do dia a dia. Sente-se poderoso o que faz valer a sua vontade, a sua maneira de ver fatos e comportamentos. E o resultado são brigas, melindres, desavenças que rompem relacionamentos de amizade, afetivos e familiares.

                                                          

Aqui, nesse mundo virtual, presenciamos isso. Não há um contraditório respeitoso por parte de alguns, que se sentem no direito de manifestar opinião contrária de forma ofensiva, como se a sua verdade fosse inabalável e incontestável. Alguns comentários postados machucam o titular do blog, não por contrariarem seu modo de agir e pensar, mas pela forma como  são manifestados.  Não passei por isso, busco harmonia e poesia. Esse não é um campo para brigas e discussões que não levarão a um resultado satisfatório.  Sou mera observadora desse tipo de comportamento. Vejo que o anonimato pode despertar feras. E isso nos leva a  pensar na realidade em que habitam  essas pessoas.


                                                               

Todos somos contra guerras e mortes inúteis. Mas não deveríamos, em nossos pequenos círculos sociais, nos portarmos da mesma forma, evitando contendas e ofensas?  A paz que o mundo tanto anseia pode começar na família, nas relações de amizade, no sentimento de respeito pelas divergências.  É inaceitável ver torcidas esportivas em contendas assassinas; pais e filhos se enfrentando, fisicamente, por opiniões diferentes; marido e mulher no torturante silêncio diário por não concordarem com o mesmo tipo de pensamento. Acredito que tudo está ligado à necessidade de poder. Um poder que ninguém tem. Não há verdade absoluta. Se acreditássemos nela, cientistas e pesquisadores não teriam chegado às grandes descobertas do mundo moderno.


Imagens tiradas da internet . Se, inadvetidamente, estiver ferindo direitos, gentileza comunicar, para imediata correção.

14 comentários:

  1. Sabe Mari, mesmo que as pessoas discordem do que escrevemos ou falamos há maneiras sutis e educadas de colocar sua posição. Não impondo o que pensam que vão conseguir nos convencer. Na minha opinião o que é certo ou verdade pra mim, pode não ser pra vc, mas nem por isso vamos viver em pé de guerra. O respeito vem acima de tudo!!! Tanto aqui dentro da blogosfera quanto na vida lá fora, aliás uma coisa é reflexo da outra e realmente dá pra pensar quando vemos atitudes com a que vc citou acima, vi uma assim hj tbm e não gostei da maneira que a pessoa se portou num blog amigo...mas enfim, cada um coloca pra fora o que tem dentro de si, mas atingir o outro não é certo. Longe de mim julgar alguém amiga, longe disso. Só acho que temos que ponderar o que falamos e/ou escrevemos.

    Belo texto, para ler e refletir bastante em como estamos tratando as pessoas, se estamos ouvindo-as ou impondo o que achamos que seja o certo.
    bjokitas pra vc com muito afeto!!! Te admiro muito!

    ResponderExcluir
  2. Marilene

    Divergir, é uma forma das pessoas conversarem, numa troca de opiniões e será salutar, até efeito de correcto criticismo. Quantas vezes ficamos satisfeitos, por mais esclarecidos?
    Conversar com quem não dará hipóteses de consenso nem vale a pena. São os que só se ouvem a eles!
    Depois há os esquizofrénicos, para quem a verdade é só uma, a que eles inventaram e mais nenhuma.
    Para que servem as conversas? Apenas para troca de opiniões tentar saber as razões de certos porquês, etc.
    Nos blogges, o que haverá é esquizofrenia,de que já fui vítima.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Tai a mais pura verdade Marilene.
    Devemos nos unir e cantar a mesma canção de paz.
    Não há motivos para ofensas, nem na vida, nem na net.
    A vida é um presente de Deus, mas a condição é vivê-la da melhor maneira.
    Um dia prestaremos conta do que vivemos, com a vida que ele nos deu.
    E como enfrentar um ser tão amoroso com atos tão cruéis?
    Nossos atos devem ser de paz e harmonia.
    Somos irmãos, filhos do mesmo pai universal.
    Temos uma linda família virtual, e eu amo cada um que faz parte dessa família.
    Gosto da suavidade da paz, do carinho, do amor.
    Cada um doa ao outro, o que sabe doar.
    Como sempre um belíssimo texto.
    Amei suas palavras.

    Beijinho e bom dia amada

    ResponderExcluir
  4. Amiga Marilene, tu estás corretíssima; Jesus já ensinava, bem-aventurados os mansos. Paz e amor, eis o toque. Quando conseguirmos viver sob esse manto conheceremos a felicidade.
    Um grande abraço. Tenhas uma arte de paz.

    ResponderExcluir
  5. MARILENE, lamentavelmente as pessoas não entendem que discordar faz parte de um processo de liberdade, mas não se pode confundir isso com falta de respeito ou qualquer situação parecida. Eu jamais apagarei um comentário de alguém que discorde de algum ponto de vista abordado por mim no blog, o que não se pode admitir é uma falta de respeito, aí é bem diferente. Cada um tem sua verdade. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  6. Olá Marilene,

    Divergir é salutar. A unanimidade nada acrescenta. Mas grosseria ou imposição de opiniões como se fossem verdades absolutas é inadmissível, tanto no cotidiano da vida quanto no mundo virtual. O RESPEITO é fundamental para
    todo e qualquer tipo de relacionamento. Somente com ele o mundo poderá caminhar para a fraternidade tão esperada e buscada.

    Parabéns pela crônica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Marilene as opiniões podem ser divergentes mais o respeito tem que ser levado em conta, claro.
    Muito bem colocado amiga!
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  8. Ola,
    As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras.
    O estudo em geral, a busca da verdade e da beleza são domínios em que nos é consentido ficar crianças toda a vida.
    Querer a verdade é confessar-se incapaz de a criar.
    Um beijo a você!
    Participe do nosso sorteio de Outubro, são 4 kit com 3 livro cada kit, basta você comentar.

    CLUBE DOS NOVOS AUTORES

    ResponderExcluir
  9. Nos blogs é como na vida... quem não teve berço dificilmente é educado e civilizado com os outros...
    Beijos, querida amiga.

    ResponderExcluir
  10. ola, como estão as coisas.
    EU passei um tempo sem postar só vivendo do ócio de refletindo, mas a gora to de volta. Dê lá uma passada no meu espeço, vou ficar lisongeado com a sua presença.
    http://otaviomsilva.blogspot.com/
    Forte abraço, F. Otávio M. SIlva

    ResponderExcluir
  11. Sempre penso que podemos dizer tudo,mas existem formas e formas de se expressar.
    Se bem que por mais que nos esforcemos, sempre somos mal interpretados, então o jeito é continuar,independente das opiniões alheias.
    Cada um tem o direito de defender sua verdade, mas sem violências, sem impor nada, afinal cada um entende á sua maneira.
    Em tudo o respeito é sempre fundamental.
    Boa semana pra ti, bjs

    ResponderExcluir
  12. Marilene, querida
    O grande problema nesta polémica da verdade ou não, é haver pessoas que se julgam detentoras da verdade abosula. Essas não admitem, nem por sombras, uma opinião contrária à sua.
    Em minha opinião isso revela falta de inteligência, porque uma pessoa verdadeiramente sábia sabe que não sabe tudo, e não se arroga o direito de só ela conhecer a verdade.

    Quanto ao aspecto dos comentários... para mim certas atitudes revelam falta de educação, falta de chá, como dizemos cá em Portugal. E quem se esconde atrás do anonimato, solta a fera selvagem que há dentro de si... e ataca às cegas...

    Bom final de domingo. Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Oi Mari,
    esse diário sempre surpreedendo, adooro e senti saudade dele também!

    Somos responsáveis pelo que falamos/escrevemos, porque afinal é a partir disso que os outros nos entendem... todo cuidado é pouco nessa "arte" de se expressar, e na vida virtual incorremos em errar mais ainda nas interpretacoes, porque só contamos com as palavras e nao gestos, entonacao de voz, olhar...

    Eu tô muito adepta do "silêncio vale ouro", tem sido bom :)

    Boa semana, e deixo um beijao!!

    ResponderExcluir
  14. Marilene.

    A meu ver, resumindo meu pensamento,ninguém deveria interferir em posts ou idéias de ninguém.

    Se não gosta,não comenta,não adiciona,certo?

    Eu não sei ser grosseira com ninguém e assim como não gosto que me digam o que fazer,também não fico querendo ser a grande dama desagradável da blogosfera.

    Linda noite,amiga.

    Beijos

    Donetzka

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...