13 de ago de 2011

ENVELHECER

                                                                             
Com a passagem do tempo, vamos ficando cada vez mais sós. Não sei se estou sendo pessimista ou realista. Há muito movimento quando somos crianças e jovens. Há muitas descobertas e muito encantamento. Há sonhos e promessas. Todo o tempo do mundo está à nossa espera. Assim acreditamos e, quando menos esperamos, esse tempo passou. E atrás dos próprios caminhos, as pessoas se vão.  Enquanto os pais preparam seus filhos, sequer param para pensar no tempo. Quando estes descobrem seus horizontes e partem para suas descobertas, o tempo acaba voltando para os pais. Mas não tem o mesmo sabor. As reuniões ficam esparsas, o contato menos frequente... e o tempo costuma não passar, até que se possam, novamente, encontrar.


                                                          

Reuniões marcadas não tem similaridade com aquela do dia a dia. Há muito para se falar e pouco se diz. Cada um tem suas preocupações e os ponteiros do relógio giram rápido demais. Mal começa e já estão se despedindo. Próprio da vida, mas inquietação para os corações dos que envelhecem.  Pais sofrem com a ansiedade e filhos com a "falta de tempo" para lhes dar atenção.

Por isso mesmo, ainda que os pais devotem grande amor aos filhos, não devem viver unicamente por eles. Há que possuirem interesses próprios, prazeres pessoais. Essa necessidade está presente em todas as formas de amor. Ninguém pode depender, exclusivamente, de nós. Assim como, da mesma forma, não podem os pais depender, exclusivamente, dos filhos. Não me refiro à dependência financeira, mas à emocional. Um dia eles se vão, como também já o fizemos. Os pais da minha geração não tinham as oportunidades que existem hoje. Limitavam-se e eram limitados em nome da família. Por mais belo que seja esse sentimento, não garante suficiência e bem estar na velhice. No ano só existe um dia dos pais e um dia das mães, embora, para os pais, todos os dias do ano, da vida, sejam dos filhos.


                                                          

MARIO QUINTANA, em sua sabedoria, disse sobre ENVELHECER:

" Antes, todos os caminhos iam.
   Agora, todos os caminhos vêm.
   A casa é acolhedora, os livros, poucos.
 E eu mesmo preparo o chá para os fantasmas."

                                                    
                                                                   (Marilene)


Imagens tiradas da internet . Se, inadvetidamente, estiver ferindo direitos, gentileza comunicar, para imediata correção.

13 comentários:

  1. Mari querida, concordo contigo que os pais além de serem pais, antes de tudo são pessoas e tem que buscar seus interesses, fazer coisas que gostam sem depender dos filhos, pois isso pode trazer sofrimento e solidão mais tarde.

    Adorei a fotinho nova, vice! Quem é essa fofurinha contigo?? Vc tem filhos amiga??
    bjokitas todo o carinho do mundo!
    ;)

    ResponderExcluir
  2. Ah Mari, que lindo e oportuno este seu texto. Outro dia fiz um post no mesmo tema. Embora tenha 33 anos, sinto saudade de uma época em que tudo era "coisa de família". Sabe aquele junto e misturado? pois é. Hoje, cada um na sua. Individualide é a palavra da moda. Vejo a mesa comprida e as cadeiras desocupadas... As TV´s dos quartos ligadas, cada um na sua... Sinto falta. Nem partimos ainda mas a ausência é fixa e resistente. Sinto que não sou desse século, sou antiga. rssss

    Lindo viu!

    Ahhhhh, adoro suas visitas e amei seus comentários. Muito sábios.

    ResponderExcluir
  3. É verdade minha querida, os ponteiros do relógio giram rápido demais.E ha pais e maes que se esquecem deles e qdo ver o tempo voou!Fim da linha de chegada!

    Perfeito seu texto!

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  4. Como eu disse no meu post "O tempo de todos", fica uma sensacao de que tudo e todos passaram, um vazio... e concordo plenamente contigo, sinto pena dos pais que baseiam suas vidas apenas no interesse dos filhos, tenho uma irma assim, nem quero pensar o dia que o filho dela tomar seu rumo.
    Um beijao, Mari!

    ResponderExcluir
  5. Ando meio sumida dos comentários, pois tive uma semana bem "hard" de trabalho, mas passei aqui por alguns motivos:
    1-porque estava com muitas saudades!
    2-porque quero desejar um LINDO DOMINGO DE DIA DOS PAIS!
    3-para dizer que estou muito feliz em estar nos TOP 30 pela segunda semana seguida, no Prêmio TOP BLOG 2011!
    4-para pedir seu voto, caso você não esteja concorrendo e ache que eu mereço seu voto!
    5-Amei essa postagem e peço licença para copiá-la e guardá-la para m,eus momentos de meditação sobre a envelhescência! parabéns, seu blog é muito bom!
    bj Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderExcluir
  6. Lindo e emocionante, realmente a gente deposita TANTO AMOR, TANTO CARINHO, TANTA COISA MISTURADA NESSE SENTIMENTO PELOS PAIS, que eu particularmente não me vejo sem eles!

    Pra mim a felicidade só é plena com eles por perto, massss... não vai ser assim pra sempre!
    E esse sentimento TODO um dia vai virar saudade e lembranças. MAS ATÉ LÁ VOU AMANDO, CUIDANDO E CURTINDO MUITOOOOO!!!!

    “Eu sempre tive sonhos. Acredito que sejam os sonhos e as nossas vontades que nos movem”.

    ResponderExcluir
  7. Isso mesmo,com a passagem do tempo, vamos ficando cada vez mais sós. Morei com meus pais, com a minha ex-mulher, com a minha avó materna, mas sempre me senti só, e "a pior solidão é a acompanhada". Há dois anos e meio que moro sozinho, estou adorando, era meu sonho. E, falando em sonho, ando cada vez mais apático, cada vez mais...

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Essa última frase do Quintana chegou a doer
    "...E eu mesmo preparo o chá para os fantasmas".
    Creio que a velhice é uma tremenda solidão para
    aqueles que renunciaram à vida pelos filhos.
    Tomar consciência desde cedo de que os filhos foram criados para o mundo evitaria este tipo de solidão.
    Também sinto falta das reuniões de outrora, quando a casa de nossos pais ficava repleta e barulhenta. Hoje as reuniões não têm o mesmo brilho.
    Quanto mais a pessoa se isola, fazendo de
    seus filhos o seu mundo, mas tendem a ter
    uma velhice solitária.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. OI MARILENE!!!
    LEMBRO PERFEITAMENTE DAS REUNIÕES FAMILIARES QUE TIVE. ENFIM, TUDO MUDOU. AINDA PERTENÇO AO SÉCULO XX. HOJE INFELIZMENTE DEVIDO A ESTA VIDA A CORRER, JÁ NADA DISSO HÁ. CADA QUAL NO SEU QUARTO E NO RESPECTIVO PORTÁTIL, HEXISTE ISOLAMENTO. TEM UMA ÓPTIMA SEMANA. EIJOS DESTE LADO DO MAR...

    ResponderExcluir
  10. Nesta vida conheci muitos amigos,mas esse blog realmente é um Sonho De Deus. Pois tem me dado amigos especiais. Amigo não é uma definição escrita ou falada,mas é o carinho o mimo de cada um sem dar,pedir nada. Obrigado pelos mimos,agradeço pelo carinho com o Sonhos De Deus. Gostaria muito de ti ver no feita poesia que é um pouco de mim se gostar me segue e comenta vou ficar muito feliz e vai me dar muito animo esta dificil não conseguir interagir com quem aprendi a amar a cada dia o feita poesia vai me colocar perto de vc ...Uma linda semana iluminada fica com papai do céu ! http://soueufeitapoesia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Marilene

    Falas dum tempo sem tempo, o actual. Assim é, deixou de haver lugar às grandes reuniões que uniam mais a família. Eram os grandes e respeitados senhores pais a comandar e unificar. Hoje não acontece assim, devido à grande evolução da humanidade, a trazer muitos e variados aliciantes que nos prendem.
    No entanto, cada idade de vida mais solitária, continua com os seus com seus encantos.
    Assim saibamos fazer a vida respeitável, dando bons exemplos, para que ela seja harmoniosa e venturosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Muito bem colocada as questões do amadurecimento saudável de pais e mães que também são pessoas e têm suas próprias vidas...
    Beijos e boa semana!
    Carla

    ResponderExcluir
  13. Tenho medo disso...
    Sei que uma hora será inevitável, mas...
    Dependência emocional é difícil!
    Beijos!
    =)

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...