1 de jul de 2011

AMIGOS VIRTUAIS



                                                                  

Podem os noticiários apresentar muitos inconvenientes   às relações que têm início no contato virtual. Podem apresentar casos de assédios, de pedofilia e até de assassinatos. Mas onde esses crimes não são praticados? As cautelas são as mesmas. É preciso estar atento, principalmente se os envolvidos são crianças. Mas nós, adultos, também não cometemos erros na vida real? E que erros! Muitos previsíveis e esperados, e assim mesmo neles embarcamos porque estamos vivos, corremos riscos e nos machucamos. Nesse nosso mundo real há enganos, furtos, máscaras... homens e mulheres já bem experientes sofrendo por relacionamentos com pessoas "conhecidas", encontradas em locais tido como seguros.

A insegurança faz parte da vida. Se assim não fosse, que necessidade teríamos de correr riscos, de caminhar por uma estrada diferente, de lutar por ideais que contrariam posicionamentos de outros?


                                                         
A internet chegou como um destino diferente, onde a comunicação pode ser intensa sem que sequer se saiba, fisicamente, como são as pessoas. E esse contato vai criando laços, como quaisquer outros.  Não estou me voltando para relações amorosas. Mas todas que se iniciam nesse novo mundo que nos foi aberto implicam em conhecimento, em uma descoberta mais difícil e nem por isso impossível.

Nós, que temos blogs, encontramos na internet um lugar paradisíaco. Aqui expomos pensamentos, criações, evidenciamos textos belos e que podem ajudar, expomos nosso "eu" com naturalidade, sem intuito de enganar ninguém. Construimos nossas casas e abrimos a porta para quem se sente estimulado a entrar. E vamos estreitando laços, nos encantando e nos divertindo. Se um amigo blogueiro sofre e manifesta esse sentimento, a solidariedade vem por todos os lados, em um abraço que pode ser sentido além da telinha.  Se sabemos que alguém enfrenta desafios, seja em que área for, uma prova na faculdade, um problema de saúde, uma decepção amorosa, nos sensibilizamos e ficamos torcendo para que tudo se resolva. E essa é uma corrente única e imensa, que só pode produzir resultados significativos.


                                                              
Entendo até que essa nossa amizade pode ser mais sincera e proporcionar mais alegrias que algumas presentes no mundo real, onde tantas outras questões estão envolvidas. Amigos são uma preciosidade da qual não se abre mão. Os que estão aqui, ao lado, constituem uma das maiores riquezas que possuímos. Isso é inegável. Mas os que fizemos na blogosfera despertam sentimento similar. Também estão presentes a cada dia e partilhamos tantas coisas que essa amizade está, quase sempre, a se solidificar. Com cada um aprendemos algo, se estivermos abertos para isso. E a cada um podemos ser úteis, se nos deixarmos levar pelo sentimento, pela solidariedade.

Esse mundo não é tão novo, mas ainda é muito temido. Inobstante, tenho em mente suas vantagens, nossas conquistas, nossas amizades simbolizadas por um nome (nem sempre real) e um pequeno símbolo ou foto em nosso gadget de seguidores.  O caminho pode até apresentar espinhos indesejados como, por exemplo,  comentários maldosos em postagens. Mas com todos os fatos na balança, o saldo será, certamente, positivo.


                                                                     

E VIVA ESSA NOSSA AMIZADE!!!!!!!!!!!





13 comentários:

  1. Marilene, você tem toda razão, a internet tem tantos perigos quanto o mundo real, necessitamos
    ficar atentos tanto como ficamos diariamente na rua, em casa, no escritório, devemos tomar os mesmos cuidados como quando fazemos amizades em qualquer lugar.Depende também onde vamos buscar estes amigos na blogosfera.Nos blogs, acho mais difícil as pessoas se camuflarem, porque os blogs são espaços que buscamos para nos revelarmos, nos abrirmos sem reservas, expormos nossas opiniões sem nos preocuparmos em agradar ou desagradar, dessa forma, muitas vezes conhecemos mais destas pessoas, do que quem convive próximo delas.
    Viva nossa amizade! Tim Tim ...
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Oii Mari...
    POis como bem falastes, da mesma forma q no mundo real, o virtual tem lá seus perigos..ok..ok.. mas tem a parte boa, uffa..rs..bem lembrado a questão da amizade que surge no nosso mundo da blogosfera, algumas nos tocam tanto o coração e chegam mesmo a nos conhecer melhor até q aqueles que nos veem todos os dias.

    Parabenss pelo posto, criativo e veridico.
    Bjos no coração e tudo de bom pra vc amiga...

    ResponderExcluir
  3. Que lindo post, Marilene!

    Fiquei visualizando cada frase e balançando a cabeça positivamente, concordando com tudo.
    A vida virtual é assim mesmo e se mantida com responsabilidade, pode gerar muitos frutos.

    bjsssss

    ResponderExcluir
  4. Marilene, o diário é feminino mas quero participar. Vc é perfeita quando diz que riscos estão em todos os lugares. Amizades virtuais podem ser selecionadas. E quer saber, são amizades maravilhosas. Um beijo pra vc.

    ResponderExcluir
  5. Belo post!!
    Viva nossa amizade que é de verdade!!!
    Beijos e bom sábado!
    :D
    Carla

    ResponderExcluir
  6. Eu já fiz bastante amigos pela internet, amigos que hoje fazem parte da minha vida pessoal. Cautela, tanto na internet ou fora dela, haveremos de ter sempre. Um grande abraço e muito feliz por tê-la no nosso blog.

    ResponderExcluir
  7. Amiga, pra quem até conheceu marido na internet, basta concordar em tudo o que você disse. Porque acho se estivermos abertos a ser bons amigos, independe o lugar que se conheca. Eu acho que de todos os "males" cibernéticos, o menor ainda é um blog.

    Tim tim a nossa amizade mesmo, parece tô erguendo a taca contigo agora! rs

    ResponderExcluir
  8. É isso mesmo Marilene,to contigo nessa, os riscos estão em qualquer decisão que tomamos, seja física ou virtualmente.
    Colocando na balança, tenho visto muito mais prós que contras nesse mundo virtual!!
    Também sinto um carinho enorme pelos meus amigos blogueiros, uma das grandes razoes de nao ter desistido do meu cantinho!!
    Ótimo post!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Rsrs...difícil mesmo os 2 gostarem de dançar...normalmente nos,meninas, somos as mais assanhadas..rs.
    Dançar com marido é bom, mas nada como pular e cantar alto com as amigas,nao é nao Mari? Como naquela boa época de adolescente!!!Bom para as que não namoraram muitos anos e conseguiram curtir...rs!!
    Bjks!!

    ResponderExcluir
  10. Ai ai que maravilha!
    Eu até agora só tenho coisas positivas para falar desse mundo virtual, mas tomo os devidos cuidados com essas redes...
    É sempre uma felicidade ter pessoas como você por perto...
    =)
    Bjoo!

    ResponderExcluir
  11. Ola Mari!
    passei por aqui para visitar, e adoreeei!
    to te seguindo viu!? (:
    Segue tbm Flor? ^^
    Um beijo e MTO SUSSESSO!! :*

    ResponderExcluir
  12. Marilene,
    Você disse muito bem.
    Riscos fazem parte da vida. Cautela, claro que sempre devemos ter, tanto na vida do lado de cá quanto na virtual.
    Mas, confesso que me surpreendi com a blogosfera. Antes de conhecer este mundo, jamais poderia imaginar que, através dele, fosse possível a construção de tantos laços de afeto.
    E como rola a solidariedade!
    Excelente post.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Completamente de acordo! Sentimos, aqui ou na realidade.
    bjs

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...