7 de jun de 2011

NÃO DEIXE PARA DEPOIS



                                                               

Mesmo sabendo que não devemos adiar as coisas , salvo se ocorrer algo que tenha prioridade, acabamos incorrendo nesse erro. Quando menina, aprendi que, se ganhasse dois doces, deveria comer primeiro o mais saboroso. Isto porque, como já acontecera antes, se chegasse outra criança, minha mãe, certamente, me mandaria oferecer... e lá ia o mais gostoso, deixado para depois.

Esse fato ficou gravado em minha memória e, todas as vezes que tinha uma opção a fazer, escolhia a mais atrativa para realizar primeiro. Se comprava duas blusas, usava a mais bonita e deixava a outra para depois. Pode parecer desnecessário, pois se trata de uma peça do vestuário, mas com elas também acontece. Tenho um grande amor por minhas irmãs e sobrinhas e se alguma delas precisar de algo meu, ainda que novinho, vou emprestar, ou até dar, sem qualquer arrependimento. E com as sobrinhas, acaba acontecendo com frequência. Se vão a alguma festa e desejam uma roupa diferente, já sabem o caminho. Ou é  a minha casa ou a de minha irmã, Vera. Sempre oferecemos, incondicionalmente.
                                                                        

                                                                              
Mas ainda faço  essa bobagem (rss). Quando morava em SP, costumava jantar fora com frequência, junto com amigas. A final, todas morávamos sozinhas. Uma delas adorava vinho e eu não tomava bebida alcoólica. Como saíamos bastante, comecei com um golinho, uma taça... e me apaixonei pelo vinho tinto seco.  Certa época, um conhecido restaurante da cidade importou um vinho espanhol para brindar os clientes, em comemoração ao aniversário da casa. Cada casal que lá jantasse tinha direito a uma garrafa. Minha amiga, que conhecia o proprietário, disse a ele que o procedimento não era justo. Deveria ter por base duas pessoas e não um casal. Foi uma brincadeira, mas ele riu e disse que nós duas teríamos o mesmo direito, pois frequentávamos assiduamente o restaurante, que  mantém umas quatro unidades em SP, todas excelentes. Minha amiga gostou tanto do vinho que acabou negociando com eles e adquiriu umas caixas para ela. E me presenteou com algumas garrafas.
                                                     

Quando vim para BH, ainda tinha uma garrafa daquele vinho. Não o encontrava em nenhuma importadora e o considerava bem saboroso. Muitas vezes pensei em tomá-lo, mas o momento não me parecia perfeito o suficiente. Quando ia a SP, voltava àquele restaurante e o escolhia (agora sem o brinde), mas continuava guardando minha garrafa (rss).

Quando tive problemas com o computador, fiquei com tanta raiva que saí e comprei outro. Perfeito, top de linha, maravilha. Só faltava o técnico. Ele veio no sábado e fez as instalações e transferências necessárias. Formatou-o de acordo com minhas preferências e tudo ficou bem. Para comemorar, que fiz eu?  Resolvi, então, abrir aquela garrafa de vinho.
                                                                

Que tristeza! A rolha estava em frangalhos, tive que jogá-la para dentro . Mas não senti qualquer aroma inspirador. Mesmo asim, enchi uma taça, onde caíram pedacinhos da rolha e me dispus a matar a saudade de seu sabor. Que pena!! Sem gosto algum!  E me lembrei dos erros do passado. Para que o guardei por tanto tempo? Para perdê-lo. A vida ensina, mas quando somos teimosos acabamos tendo que repetir a lição. E isso vale para qualquer situação.



7 comentários:

  1. E não é que é?
    Ainda cometo os mesmos erros. Mas ainda tenho muito tempo para aprender (rs.rs.rs.).
    Se não for nesta encarnação será na próxima.
    Não é dito que se não aprendermos a lição teremos que repeti-la?
    Bitoca.

    ResponderExcluir
  2. Ola muito obrigada pela tua visitinha no meu blog... beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá moça! este post foi feito uma lição para mim. Faço sempre isso, deixo o melhor sempre para o final, para saborear com calma, porém muita e muitas vezes, acabo por não saborear nada. Lembro-me perfeitamente, de uma Páscoa que ganhei muitos chocolates dos meus alunos, e um era especialmente lindo, feito artesanalmente no formato de um cacho de uvas, todo recheado, como sempre deixei aquele para comer por último, escondi de todo mundo e qual não foi minha surpresa, quando o abri estava todo mofado!
    Pois é, vivendo e aprendendo.
    Bj.

    ResponderExcluir
  4. Que texto delicioso!
    Também sofro um pouco com esse mal...
    Mas no meu caso geralmente é com a patona do carangueijo, aquela imensa. O marido tem a péssima mania de ficar pedindo, mesmo sem apreciar a iguaria, ele não desiste de rouba-la. Então eu tenho duas opções, ou dou a ele para não precisar escutar a semana inteira sobre coisas do egoísmo humano, ou como rapidamente a dita cuja antes que a enxergue. Confesso que gosto de deixar o melhor para depois, só para ficar com o gostinho na boca, mas isso é uma tremenda burrice mesmo! O depois pode simplesmente não existir né! Porque você não peneirou o vinho, já fiz isso, e por menos romântico que seja, ajuda, rsrsr! Amo essas historinhas tão comuns a todos nós, e contadas assim, com tamanha simplicidade e gostosura é melhor ainda! Ahhh, passa o teu end. que vou buscar umas roupinhas tb, okay!
    Bjooos!

    ResponderExcluir
  5. Adorei tua passagem no meu Blog.Obrigada pela gentileza.Vim conhecer o teu. Adorei o Post.É verdade que nos deixamos levar pela idéia de guardar o que consideramos especial para momentos especiais.Só que esquecemos muitas vezes que o momento é o aqui e o agora.Parabéns pelo Blog.Felicidades e na tua alma a eterna primavera.Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  6. Tudo tem um tempo certo né?

    Não gosto de deixar nada pra depois.. a ideia de que o amanhã pode não chegar é aterrorizante!!! rsrs'

    Adorei o post.. lição de vida!! haha' Interessante a parte do doce na infância.. kkk' não me lembro de comer o melhor primeiro, mas acho que fazia isso também! rsrs'

    Bjuxx

    ResponderExcluir
  7. Oi querida,já conhece o chá da tarde?então convido você para um cházinho comigo amanhã,vou guardar um pedacinho de bolo e um chá bem quentinho rsrsrs Marilene já pegou presente dia dos namorados?se não ofereço com muito carinho para você....dos dois blogs,viu...beijos até amanhã
    http://mariaselmadr.blogspot.com/
    http://selmaris.blogspot.com/(chá da tarde)

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...