11 de abr de 2011

IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO



                                                                      

Acredito que todos nós, vez ou outra, deixamos de nos comportar como aprendemos na infância, ou seja, com a devida educação. A correria diária nos torna impacientes e isso faz com que "atropelemos" pessoas que mereciam um procedimento diferente de nossa parte. Reconheço que sou impaciente e ansiosa e isso me torna, em algumas situações, indelicada. Em outras, porém, estou apenas exigindo sejam meus direitos cumpridos.

Em pequenos detalhes podemos notar que a falta de educação se transforma em total desrespeito, dificultando os relacionamentos humanos. É preciso que voltemos nosso pensamento à época em que éramos crianças e nossas mães, principalmente, nos ensinavam a tratar as pessoas com o devido respeito.

Quando vou ao supermercado, por exemplo, fico incomodada com a falta de educação de muitos consumidores. Os espaços já são cada vez menores e alguns param seus carrinhos no meio do corredor e se afastam,  impedindo a passagem. Tenho que fazer malabarismos para me movimentar. E ainda existem aqueles que, se percebem que estamos empurrando seus carrinhos de compras,  reclamam.


                                                                
Faz muito tempo que não ando de ônibus, mas conversando sobre   essa  condução, percebo que as coisas não mudaram muito. Os lugares destinados a deficientes são comumente usados por quem lhes deveria facilitar a vida. E o mesmo acontece nos estacionamentos. Placas indicativas são desconsideradas e,  quando algum segurança avisa que não podem ficar ali, os motoristas os ignoram dizendo que será rapidinho. Não é pelo tempo que se vai ficar lá que existem as vagas especiais, mas para proporcionar maior conforto aos que têm dificuldades de locomoção.

Esse comportamentos acabam provocando desentendimentos, aborrecimentos e até brigas. Certa vez, quando uma amiga estava manobrando seu carro para entrar em uma vaga, um rapaz veio por trás e a ocupou. Reclamamos e ele nem se dignou a nos olhar, dizendo que o mundo era dos espertos. Minha amiga ficou tão furiosa que esvaziou os pneus do carro dele, os quatro. Tive a impressão que o segurança que assistira a cena viu o que ela fez, mas não disse nada.  Conclusão, fomos embora porque, sem dúvida, quando o rapaz saísse, haveria represálias. Não concordo com o procedimento dela, mas confesso que ambas estávamos irritadas com a atitude do indelicado jovem e perdemos nossa tarde, já que mau humor não permite diversão.

Já é complicado encontrar um local para estacionar na rua. E quando achamos um, geralmente os motoristas começam a buzinar, causando um enorme barulho, só porque temos que manobrar para entrar na vaga e isso vai atrasá-los alguns segundos .

Recebi de uma amiga um vídeo que presumo tenha sido feito para mostrar o quanto as pessoas estão mal educadas, ignorando atitudes inadequadas e deixando para que outros, eventualmente, as corrijam .


Para tentar melhorar a condições de habitabilidade do mundo, frente aos problemas da atualidade, que são bastante sérios, como aquecimento global, desmatamento exacerbado, uso abusivo de materiais poluidores e outros, vamos ter que começar, individualmente, mudando nossas atitudes. Uma convivência harmoniosa é imprescindível para que alcancemos objetivos maiores.    Todos somos responsáveis, não apenas as autoridades. E a boa educação é um passo deveras importante nesse caminho. 

                                                

Um comentário:

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...