18 de mar de 2011

JULGAMENTOS


Divulgação

Quando estava lendo as notícias, hoje pela manhã, me deparei com a foto desse lindo casal e a terrível nota sobre o falecimento de ambos, em uma pousada mineira, onde teriam ido para comemorar o primeiro aniversário de namoro.  Está tudo coberto, ainda, por uma grande nebulosidade. Certamente , só o resultado do laudo pericial poderá levar às causas da tragédia, que envolveu duas  famílias com um manto de dor que, só quem perdeu filhos, é capaz de imaginar.

Em todos os lugares onde estive, locadora, padaria,  as pessoas faziam conjeturas sobre o ocorrido. Acabei ouvindo diversificadas versões , como pacto de morte e assassinato seguido de  suicídio. O fato de ele ser garçon e ela uma estudante de medicina era a primeira colocação que estavam fazendo. Tudo bem, pode até haver fundamento na hipótese que estão a levantar, no sentido de que ele a teria envenenado e em seguida, se suicidado com o mesmo veneno. Mas não podemos nos adiantar e espalhar boatos .

É uma tendência o julgamento precipitado que se faz sobre  os acontecimentos, de modo geral. Infelizmente, os equivocados podem trazer consequências irreparáveis, como aquele que ficou por muito tempo nos noticiários, envolvendo uma escola que foi fechada e destruída a vida profissional de seus donos e professores, face à denúncia de abuso contra menores. Mais tarde, ficou provado que o julgamento não correspondia à realidade. Como recuperar, no entanto, o equilíbrio dos afetados? Impossível.

Cada um julga por critérios subjetivos, baseados em seu estilo de vida, sua cultura e conhecimentos. Mas não temos preparo e sabedoria para julgar ninguém. O indivíduo tem seus conceitos e preconceitos e se deixa levar por aparências superficiais. E o impacto de palavras ditas pode ser extremamente doloroso. Existem escolhas úteis e saudáveis, como se abster de julgar e condenar.  Devíamos ouvir mais e saber usar o silêncio como fonte de sabedoria. Se desconhecemos fatos e circunstâncias, o melhor é ficar de boca fechada.


Um comentário:

  1. DE ACORDO COM SUA CONCLUSÃO. EM CASO DE DÚVIDA E OUTROS MAIS, O SILÊNCIO É OURO.

    ResponderExcluir

Marque presença! Ficarei feliz com seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...